Amcham abre inscrições para Prêmio Eco 2015

Criado em 1982, o prêmio da Amcham destaca iniciativas empresarias de inovações para a sustentabilidade

Foto: festa de premiação do Prêmio Eco 2014 – Divulgação

 

O Prêmio Eco, da Amcham (Câmara Americana de Comércio), está com inscrições abertas para sua 33ª edição.

Criado em 1982, o Prêmio já mobilizou 2.267 companhias nacionais e multinacionais, responsáveis por inscrever 2.763 projetos, sendo 262 deles premiados.
Empresas de todo o país, públicas, privadas, de economia mista e de pequeno, médio e grande porte estão aptas a se candidatar (veja o regulamento). Os trabalhos podem ser enviados até o final de julho. A cerimônia de premiação acontece em dezembro, quando serão divulgados os 11 vencedores.

Na edição de 2015, devido à constatação de que cada vez mais empresas de pequeno e médio porte se destacam na promoção de inovações para a sustentabilidade, a Amcham decidiu reduzir a exigência de receita operacional bruta de no mínimo de R$ 5 milhões para R$ 2,4 milhõe. Empresas de faturamento (receita operacional bruta) entre R$ 2,4 e R$ 5 milhões poderão fazer inscrição gratuita (apenas uma inscrição por empresa).

Para avaliar os trabalhos, a Amcham contará com um júri formado por mais de 50 especialistas, consultores, gestores e pesquisadores, através de uma análise online e confidencial.

Em 2014, os vencedores na Modalidade ELIS (Estratégia, Liderança e Inovação para a Sustentabilidade) foram: AES, Itaú e Tetra Pak, entre as empresas de grande porte. Precon e Pontal venceram em pequeno e médio porte.

Na Modalidade Práticas de Sustentabilidade, Beraca, Itaipu e Pontal – recebendo seu segundo troféu do dia – foram as vencedoras na categoria Processos. Rhodia, Raízen e novamente a Precon foram as vencedoras na categoria Produtos e Serviços.

Mais informações no site www.premioeco.com.br.

Leia mais:

Brasileiros empreendedores se destacam no prêmio Schwab Foundation

 

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: