Conheça os projetos das escolas vencedoras do Prêmio Desafio 2030

– Terceira edição do Prêmio Desafio 2030 reconheceu seis escolas com projetos ligados aos ODS
– Iniciativas abordam temas como água, consumo consciente e cultura alimentar

São Paulo, 28 de agosto de 2019 – Seis projetos de escolas do Ensino Básico da Grande São Paulo venceram a terceira edição do “Prêmio Desafio 2030 – Escolas transformando nosso mundo” (http://www.desafio2030.com), que reconhece iniciativas ligadas aos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Além do reconhecimento público pela sua contribuição junto aos ODS, em cerimônia realizada no dia 22/8, na Unibes Cultural (SP), as escolas receberam um certificado e um troféu e terão seus projetos contemplados em um e-book.

A partir de propostas inovadoras, suas iniciativas levam para a sala de aula (e também para o entorno das escolas) os temas água, consumo consciente, sustentabilidade, igualdade de gênero, cultura alimentar e consciência ambiental. Muitos dos projetos apareceram a partir de iniciativas dos próprios alunos, que demonstraram interesse em se aprofundar em determinados assuntos.

No total, o Prêmio teve 87 projetos inscritos, um número 10% maior que o da edição anterior. As iniciativas envolvem 62 escolas e 43.100 alunos das redes pública e particular da Grande São Paulo.

A terceira edição do “Prêmio Desafio 2030 – Escolas transformando nosso mundo” é uma realização do Instituto Akatu, do Instituto 5 Elementos, da Reconectta e da Virada Sustentável. Contou ainda com o apoio da Ação Educativa, do Cenpec, da Comissão Estadual de São Paulo para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, da Eccaplan, da Fundação Tide Setúbal, da Rede Nossa São Paulo e da SOS Mata Atlântica.

Confira abaixo as escolas e os projetos vencedores — todos os responsáveis estão à disposição para entrevistas:

Educação Infantil
Escola: C.E.I. Jardim Três Marias, São Paulo
Soma tua gotinha
Amplia o contato dos estudantes com questões da proteção do meio ambiente e o entorno da escola, uma vez que o projeto conta com o engajamento e a atuação da comunidade para a revitalização da área, implementação de espaços verdes, captação e reuso da água da chuva e utilização de energia solar.
“Nossos alunos conversaram e se organizaram com a comunidade, foi um movimento muito importante”, explica Tatiana Di Beo, diretora do C.E.I. Jardim Três Marias.

Ensino Fundamental I
Escola: E.M. Sagrado Coração de Jesus, Diadema
É meu, é seu, é de todos nós
Trabalha a compreensão de que todos — alunos, funcionários, familiares e comunidade — podem ser agentes transformadores, assim como são responsáveis pelo bairro em que estão inseridos. Uma das ações sugeridas pelos alunos foi a conscientização da importância de separar os resíduos recicláveis. Além de parcerias com cooperativas de reciclagem, eles criaram cartazes e promoveram discussões sobre o tema.
“Este é um reconhecimento de que nossa escola está fazendo um trabalho bacana com alunos, funcionários e comunidade. Isso é o mais gratificante”, diz professora Camila Laureana Parente, à frente do projeto.

Ensino Fundamental II
Escola: E.M.E.F. Sebastião Francisco, São Paulo
Coletivo Feminista Estudantil
Discute as relações de gênero na escola a partir dos relatos e experiências dos alunos e tendo como base as teorias do movimento feminista. Com encontros semanais, pretende ser um espaço de acolhimento e compartilhamento e, a partir de leituras, filmes e visitas a espaços associados ao tema, ajuda a compreender valores de igualdade de gênero e respeito entre todos.
“Estamos há dois anos trabalhando conceitos necessários aos alunos, mas que geram resistência, como feminismo e igualdade de gênero. Ganhar esse prêmio é ter a certeza de que, apesar das dificuldades, nós estamos no caminho certo”, afirma a professora Débora Camasmie.

Ensino Médio
Escola: See-Saw Panamby Bilingual School, São Paulo
Sustentabilidade: agir ou assumir consequências?
Pretende buscar reflexões sobre o tema sustentabilidade e desenvolver soluções em busca de um estilo de vida mais saudável. Para tanto, os alunos desenvolveram um protótipo de aplicativo que incentiva a criação de uma rede de carona entre os pais; sessões de meditação para estimular o cuidado mental dentro da escola; e um espaço interativo para a promoção da paz e do entendimento entre todos.

Educação de Jovens e Adultos
Escola: C.I.E.J.A. Professora Marlúcia Gonçalves de Abreu, São Paulo
Da escola para o prato “Horta Suspensa”
Trabalha a cultura alimentar e nutricional a partir da construção de uma horta suspensa (feita pelos alunos). Temas como cultivo, aproveitamento e consumo integral dos alimentos — com troca de receitas entre eles –, PANCs (plantas alimentícias não convencionais), utilização de composteiras e uso de resíduos recicláveis para confecção de vasos são discutidos ao longo do projeto.

Ensino Técnico
Escola: E.T.E.C. de Heliópolis, São Paulo
Horta Natural e Pedagógica IMIRA CI
Nasceu da própria necessidade dos alunos do Ensino Técnico em Nutrição e Dietética de terem acesso a alimentos e ervas para a utilização nas aulas práticas. O projeto ganhou forma e também o objetivo de estimular a educação alimentar e o cuidado com o meio ambiente às crianças frequentadoras dos Centros de Educação Infantil localizados no CEU Heliópolis.

 

Sobre o Instituto Akatu
Criado em 15 de março de 2001 (Dia Mundial do Consumidor), o Instituto Akatu é uma organização não governamental sem fins lucrativos que trabalha pela conscientização e mobilização da sociedade para o consumo consciente. Tem como proposta e objetivos contribuir para a mudança de comportamento do consumidor, a partir de duas frentes de atuação: Educação e Comunicação, com o desenvolvimento de campanhas, conteúdos e metodologias, pesquisas e eventos. O Akatu também atua junto a empresas que buscam caminhos para a nova economia, ajudando a identificar oportunidades que levem a novos modelos de produção e consumo, que respeitem o ambiente e o bem-estar, sem deixar de lado a prosperidade. Visite: https://www.akatu.org.br/

Sobre o Instituto 5 Elementos – Educação para a Sustentabilidade
É uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) fundada em 1993, com o propósito de semear conceitos e práticas voltadas à educação para a sustentabilidade. Suas ações educativas disseminam e constroem conhecimentos de forma participativa, transformando a relação das pessoas com a natureza e com o meio ambiente urbano. O instituto tem mais de 25 anos de experiência e credibilidade conquistadas com o envolvimento de todos que compartilham dos nossos sonhos e ideais. Visite: www.5elementos.org.br

Sobre a Reconectta
A Reconectta é um negócio social certificada pelo Sistema B que nasceu para contribuir com a construção de um mundo mais sustentável, resiliente e justo. Leva os valores e a cultura da sustentabilidade a escolas por meio de experiências educacionais e alinhadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. Visite: https://www.reconectta.com/

Informações para imprensa:
In Press Porter Novelli
Alessandro Abate
Tel.: 55.11. 97953-3213
alessandro.abate@inpresspni.com.br

 

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: