Walmart Brasil comercializa pescados com certificação ambiental

Nova linha de produtos representa 5% da oferta na categoria; ação nasce de parceria entre a rede e a empresa Noronha Pescados

O Walmart Brasil, apoiador estratégico do Instituto Akatu, comercializa desde o início de novembro, a primeira linha de peixes certificados com o selo internacional de pesca sustentável Friend of the Sea. Os produtos, que representam 5% da oferta da categoria da rede, podem ser encontrados em todas as lojas do Walmart no Brasil. A ação é fruto de uma parceria entre o Walmart e a empresa de pesca Noronha Pescados.

A linha “Sabores da Amazônia”, com sete espécies da região – pirarucu, tucunaré, piramutaba, pescada amarela, pescada branca, surubim e aruanã –, tem sua captação feita por meio de um sistema de rastreamento que contempla desde localização, volume adequado de pescado e o período de reprodução e desova. Desse modo, não há ameaça à disponibilidade desses recursos para a gerações presentes e futuras, já que se respeitam os limites de reposição natural dos estoques pesqueiros.

“O Walmart está empenhado em construir uma cadeia de pescado mais sustentável, buscando iniciativas que mobilizem o setor, governo e sociedade.”, afirmou Daniela de Fiori, vice-presidente de sustentabilidade do Walmart Brasil.

O lançamento é um dos primeiros passos do Walmart Brasil para cumprir a política e o compromisso anunciados no mês de agosto para garantir a oferta de produtos oriundos de uma pesca sustentável em suas lojas.

“Nós apresentamos ao Walmart uma proposta em busca do atendimento aos desafios lançados. Em contrapartida, ampliamos nosso fornecimento para todas as lojas da rede no Brasil, que antes acontecia apenas na região do Nordeste”, diz Guilherme Blanke, diretor da Noronha Pescados.
Política da Cadeia de Pescado

A criação da linha de pescados “Sabores da Amazônia” é a primeira ação que visa responder ao compromisso da parceria do Walmart com o Ministério da Pesca e Aquicultura, celebrada em agosto, para desenvolvimento sustentável da pesca e aqüicultura no Brasil, além da ampliação da oferta nas lojas da rede de pescados artesanais e da Amazônia.

Entre os compromissos para o setor de pescados estão: a identificação da origem e localidade de produção de 100% dos fornecedores de pescados da rede (até 2013); a ampliação da oferta e estímulo ao consumo de pescados da região Amazônica; o desenvolvimento de um programa de valorização da pesca artesanal, que garanta o acesso direto desses produtores ao grande varejo (até 2013), e a implementação de um sistema de rastreabilidade para 100% da cadeia de pescados produzidos ou explorados no território brasileiro (até 2016), entre outros.

Se você quiser seguir o Akatu no Twitter, clique aqui.

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: