Virada Sustentável: mais de 600 atrações em SP

O evento, realizado de 22 a 25 de agosto, terá apresentações de teatro, música, cinema, dança, roda de conversa, vivências zen e muito mais.

 

 

Está chegando o maior festival de educação e mobilização para a sustentabilidade do Brasil. De 22 a 25 de agosto, a Virada Sustentável de São Paulo agita a cidade com mais de 600 atrações em 200 espaços distintos. De peças de teatro a vivências zen, passando por rodas de conversa e atividades infantis, a programação satisfaz os mais variados públicos.

As atividades permeiam temas variados. “Estarão lá economia circular, desperdício de alimentos, descarte correto de resíduos. E também o consumo consciente, tema transversal de cerca de 80% da programação deste ano”, conta André Palhano, fundador e organizador do evento.

Abertura
No dia 22, às 11h, o Painel de Abertura da Virada, na Unibes Cultural, contará com representantes dos setores público, privado, academia e Ongs. Eles falarão sobre os desafios para alcançar as metas da Agenda 2030, promovida pela ONU e relacionada aos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Confira alguns destaques da programação

Música
– 24/08, às 11h, no Palco do Ibirapuera: Barbatuques convidará o público para uma experiência musical interativa a fim de explorar a diversidade de timbres do corpo como palmas, estalos, sons produzidos pela boca ou pelos pés.
– 25/08, às 16h, no Palco do Ibirapuera: Zélia Duncan faz um tributo a Gilberto Gil com acompanhamento da Orquestra Jovem Tom Jobim.
– 25/08, às 19h, no Palco do Ibirapuera: Luedji Luna apresentará “Um Corpo no Mundo”, disco que traz uma África estendida e ressignificada.

Dança
– 22/08, às 19h, no Instituto Tomie Ohtake: Cia Pé no Mundo e o pianista Fabio Leandro apresentarão o espetáculo Fora da Caixa-Repertórios Corporais. A atração é inspirada em histórias reais de personalidades negras que se destacaram e influenciaram a história do Brasil – como Maria Firmina dos Reis, Carolina Maria de Jesus e Aleijadinho.
– 23/08, às 7h, na Unibes Cultural: Festa Wake vai preparar o público para um bom início de dia, com atividades de yoga, músicas indígenas, sessões de meditação e massagem. Também será oferecido um café da manhã saudável.

Artes Visuais
– 25/08, às 10h, no Minhocão: Jardim Suspenso da Babilônia, com o artista Felipe Morozini, que convidará as pessoas a refletir sobre a transformação do espaço público. Haverá atividades de pintura de flores no asfalto.

Cinema
– 24/08, às 18h, no Museu de Imagem e do Som (MIS): Longe da Árvore, da diretora Rachel Dretzin. O longa é baseado no premiado livro de Andrew Solomon e narra a história de famílias que enfrentam grandes desafios na base do amor, empatia e compreensão.
– 25/08, às 15h, no Parque Mário Covas: Cine Solar, o cinema itinerante utiliza energia limpa e renovável para funcionar e terá uma exibição de curtas.

Teatro
– 22/08, às 21h, no Teatro Sérgio Cardoso: Os Três Sobreviventes de Hiroshima, que reúne três sobreviventes da bomba atômica residentes no Brasil.
– 24/08, às 17h, no Palco de Mostra de Teatro do Ibirapuera: Água Doce, da Cia da Tribo. A peça, que tem como mote mostrar a relação dos seres humanos com os rios brasileiros, contará a história do mito da Iara e de outros seres folclóricos presentes nas comunidades ribeirinhas.

Literatura
– 25/08, às 13h, no Parque Augusta: Pic Nic com o Sarau Bodega do Brasil e o Sarau Do Jornal para incentivar a poesia e a música popular, com a participação de poetas, contadores de história, cantadores e instrumentistas.

Roda de conversa
– 22/08, às 9h30, no CEU Butantã: Valorização da Alimentação com Práticas Saudáveis e Sustentáveis.
– 23/08, às 18h, no Dux Coworkers: Os Desafios da Geração de Energia Solar distribuída para Pessoas, Pequenas Empresas e Governo.

Veja a programação completa no site da Virada Sustentável.

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: