Ver os amigos vale um “salário de R$ 30 mil”, diz estudo

Pesquisa realizada na Inglaterra conclui que convívio com amigos, parentes e vizinhos vale mais do que altos salários

Com esse título, o site da BBC Brasil antecipou os resultados de um levantamento realizado pelo Departamento de Educação da Universidade de Londres. O especialista em Economia Aplicada a temas de felicidade Nick Powdthavee decidiu fazer uma pesquisa para medir o valor da vida social. Para isso, ele realizou uma enquete com 8 mil britânicos, pedindo que colocassem “etiquetas de preços em amigos, parentes e vizinhos”. A conclusão é que os laços sociais são determinantes para a felicidade individual e, portanto, têm alto valor.

O estudo mostrou que uma pessoa com salário de R$ 3,3 mil que encontra os amigos freqüentemente quase sempre é mais feliz do que outro que ganha R$ 30 mil por mês, mas não tem tempo para a vida social.

De acordo com os cálculos do pesquisador, ver os amigos duas vezes por mês traria tanta felicidade quanto um salário de R$ 22 mil. Já sair com os amigos duas vezes por semana traria a mesma satisfação de uma remuneração mensal de R$ 26,5 mil.

Mas o economista lembra que a felicidade gerada pelos encontros sociais é mais durável do que aquela obtida por meio de aumentos salariais, e recomenda que os trabalhadores britânicos repensem suas prioridades a partir dos resultados dessa pesquisa. “As pessoas estão cada vez mais se dedicando ao trabalho. Se isto as ajuda a ter maiores salários, também leva à deterioração de laços sociais e familiares, que são muito mais importantes para o seu bem-estar”, afirmou ele.

Leia a íntegra da notícia no site da BBC Brasil.

Se você quiser seguir o Akatu no Twitter, clique aqui.

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: