USP testa sistema de compartilhamento de bicicletas

Projeto vai beneficiar alunos, professores e funcionários do campus; objetivo é colocar em circulação 500 magrelinhas até o 2012

Começa no próximo dia 4 de maio, na Cidade Universitária, capital paulista, a fase de testes do PedalUSP, projeto de compartilhamento gratuito de bicicletas. Inspirado no modelo utilizado em algumas cidades europeias e semelhante ao existente em algumas estações de metrô de São Paulo, o sistema deverá ser instalado integralmente até o final do ano.

O modelo prevê diversas estações automáticas espalhadas pelo campus. Utilizando a carteirinha USP, alunos, professores e funcionários poderão retirar a bicicleta em uma estação e a devolver em qualquer outra. “O objetivo é que as bicicletas sejam utilizadas como meio de transporte, não como lazer ou para esporte”, afirma Maurício Villar, aluno de Engenharia Mecatrônica da Escola Politécnica (EP) e um dos autores do projeto.

Vale lembrar que a bicicleta é um meio de transporte, sustentável. Ela não polui, não produz ruído, resíduo e não agride o meio ambiente. E, de sobra, ainda ajuda o usuário desse tipo de transporte a manter a forma física, o que é ótimo para a saúde.

Até o final do ano deve ser instalado o projeto-piloto, com cerca de 100 bicicletas em apenas parte da Cidade Universitária, na área plana entre as portarias um e dois. Somente após esse período o Pedalusp cobrirá todo o campus, com cerca de 500 magrelas.

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: