Termina domingo quinzena de lâmpadas que ajuda o meio ambiente e o Akatu

Promoção do Grupo Pão de Açúcar incentiva a troca das incandescentes por fluorescentes e destina parte da renda para o instituto

Até domingo (31/07), o Grupo Pão de Açúcar, em parceria com a AES Eletropaulo e o Instituto Akatu, realiza a Quinzena da Iluminação em todas as lojas do Brasil do Extra e Pão de Açúcar. Para incentivar a troca das lâmpadas comuns, o grupo varejista vai dar descontos de até 40% na compra de lâmpadas fluorescentes.

O objetivo é reduzir o consumo de energia residencial em todo o país e incentivar o consumidor a economizar também na conta de luz. Quem investir nas lâmpadas fluorescentes estará praticando o consumo consciente e contribuindo para programas de educação do consumo consciente, já que parte das vendas será destinada aos projetos do Instituto Akatu.

Além do mais, o consumidor já pode aproveitar para trocar com descontos as lâmpadas de casa, já que terá de trocá-las obrigatoriamente nos próximos anos. Segundo a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), o uso doméstico consome mais de um terço (37%) de toda a energia elétrica produzida no Brasil. Em cada cinco lâmpadas instaladas atualmente, quatro ainda são incandescentes, que gastam mais. Por isso, o governo já decidiu banir todas as lâmpadas comuns até 2016. A medida foi anunciada por meio de uma portaria interministerial em 6 de janeiro deste ano.

Dados do Programa Procel (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica) mostram que a lâmpada comum queima em até cinco meses de uso durante cinco horas por dia, já a fluorescente ligada durante as mesmas cinco horas diárias só vai queimar com três anos e quatro meses. Além da vida útil muito maior, a fluorescente economiza cerca de 80% da energia da lâmpada comum para fornecer a mesma luminosidade.

A lâmpada fluorescente é um pouco mais cara que a incandescente, mas com os 40% de desconto da promoção do Extra e Pão de Açúcar e com a economia nos gastos de energia elétrica na conta de luz, em apenas 37 dias, o  consumidor já recupera a diferença do preço por lâmpada trocada. Esse tempo é uma média, já que a tarifa de energia varia de Estado para Estados. Conforme o local, Minas Gerais, por exemplo, o período será ainda menor. Ou seja, na segunda conta de luz após a troca, o consumidor já começa a ganhar com a lâmpada fluorescente.

Ainda que não houvesse o desconto, mesmo com o preço normal da fluorescente, o consumidor recupera o valor a mais sobre o preço da comum em apenas três meses, ou seja, na quarta conta de luz já estará ganhando.

Se cada um dos 50 milhões de lares brasileiros substituir uma única lâmpada convencional de 60W por uma fluorescente de 12W, que produz uma quantidade igual de luminosidade, no período de um ano será economizada energia suficiente para dar conta, por exemplo, de todo o consumo dos mais de 1,7 milhão de moradores de Campinas, Americana, Paulínia, Sumaré e Indaiatuba durante três anos. Isso mostra que, se houver uma substituição acelerada das lâmpadas incandescentes por lâmpadas fluorescentes, haverá uma redução nos gastos de energia elétrica, o que contribuirá para que os investimentos do governo em novas usinas possam ser adiados, o que permitirá usar o recurso economizado em outras necessidades da população como saúde e educação.

Com a Quinzena de Iluminação, a expectativa do Pão de Açúcar é de que haja um aumento de 30% na venda de lâmpadas eletrônicas, em comparação ao mesmo período do ano passado.

 

Descarte correto

Além dos preços promocionais, o Pão de Açúcar e a AES Eletropaulo instalaram sete postos de coleta em São Paulo para o descarte de lâmpadas  fluorescentes já usadas. O material descartado é recolhido pela empresa Tramppo, que retira o mercúrio, separa o material das lâmpadas (plástico, vidro etc) e encaminha tudo para a reciclagem. Este processo gera menos lixo e evita contaminar o meio ambiente com mercúrio.

 

Postos de coleta Pão de Açúcar – AES Eletropaulo:

Em São Bernardo do Campo
Rua Santa Filomena, 677, Nova Petrópolis

Em Santana do Parnaíba
Avenida Marte, 624, Alphaville

Na cidade de São Paulo
Rua Sócrates, 120, Vila Sofia
Rua Serra de Bragança, 647, Vila Gomes Cardim
Avenida Doutor Altino Arantes, 268, Vila Clementino
Avenida Santo Amaro, 3271, Brooklin
Avenida Major Sylvio de M. Padilha, 13.000, Real Parque

Para seguir o Akatu no Twitter clique aqui

Acompanhe o Akatu também no Facebook

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: