Rock in Rio lança projeto para plantar 1 milhão de árvores na Amazônia

Evento de lançamento contou com a participação de Ivete Sangalo, Plácido Domingo, Andreas Kisser e da Orquestra Filarmônica do Amazonas

Crédito: Divulgação/Rock in Rio

 

O Rock in Rio lançou no dia 27 de agosto o Amazônia Live – um projeto social do festival que tem como meta a mobilização pelo reflorestamento da Amazônia. No evento de lançamento, foi realizado um show com os artistas Ivete Sangalo, Plácido Domingo e Andreas Kisser e com a participação da Orquestra Filarmônica do Amazonas. O espetáculo aconteceu em um palco flutuante no Rio Negro e foi transmitido ao vivo, via internet, para todo o mundo.

A ideia do projeto é plantar, pelo menos, 1 milhão de árvores em 400 hectares de área desmatada da floresta amazônica nas cabeceiras do Rio Xingu. As sementes serão adquiridas com indígenas da região. Será utilizado um mix de sementes chamado de muvuca, técnica escolhida e aprimorada pelo Instituto Socioambiental (ISA) para reproduzir o processo natural da floresta. A iniciativa ajudará a desenvolver a economia local, além de promover reflorestamento. A expectativa é de gerar cerca de R$ 700 mil em renda para as famílias coletoras de sementes e 50 empregos diretos nas atividades agrícolas. Durante os três primeiros anos após o plantio serão publicadas notícias e relatórios técnicos sobre a situação das árvores e da floresta recuperada, garantindo transparência e monitoramento para quem acreditou nesta ideia.

A verba inicial a ser usada no projeto virá dos shows e de parcerias e patrocinadores do festival. O Banco Mundial também já se comprometeu a apoiar o projeto com o plantio de mais um milhão de mudas e o presidente do Rock in Rio, Roberto Medina, avalia que o número pode superar os 3 milhões de árvores com as participações com a adesão de outros clientes. A campanha será promovida em todos os países onde o Rock in Rio está e se estenderá por várias edições do evento.

A escolha da Amazônia foi estratégica, pois tem a mais importante reserva de biodiversidade do mundo, com papel fundamental também na redução do impacto do aquecimento global. Nesse aspecto, a campanha vai além da importância do reflorestamento em si. O projeto tem o objetivo de criar um movimento global para chamar a atenção das pessoas sobre a importância do consumo consciente dos recursos naturais do planeta e convocá-las a serem agentes ativos no combate às alterações climáticas por meio da sua própria mudança de comportamento.

Veja mais detalhes sobre o projeto no site do Amazônia Live.

 

Leia mais:

Floresta regenerada é esponja de carbono

Relatório alerta para ameaça sobre rios da Amazônia

ONG usa garrafas PET para iluminar comunidades isoladas na Amazônia

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: