Relatório do Pnuma revela impactos do comércio mundial no meio ambiente

O aumento do comércio vem sendo acompanhado por uma mudança nos processos de intensificação do uso de recursos

Comentário Akatu: atualmente, a humanidade já consome 50% mais recursos renováveis do que a Terra consegue regenerar. E, segundo o relatório do Pnuma citado na notícia abaixo, o aumento do comércio mundial vem sendo acompanhado da intensificação do uso de recursos. A transição para uma sociedade mais sustentável envolve mudanças estruturais no atual modelo de produção e consumo. De um lado, tais mudanças dependem de consumidores mais conscientes em suas escolhas e, de outro, de empresas dispostas e preparadas a inovar radicalmente tanto nos produtos e serviços disponibilizados quanto na forma como os oferecem, atendendo e respeitando a demanda desses consumidores, com o objetivo de alcançar o bem-estar desejado pelos consumidores com a maior eficiência possível no uso de recursos naturais.

 

Ao passo em que os países vêm se tornando cada vez mais dependentes do comércio mundial, com 40% dos recursos extraídos no mundo ligados direta ou indiretamente ao comércio, novas políticas são necessárias para tratar de impactos ambientais adversos, de acordo com novo relatório internacional divulgado em 14 de outubro.

Comércio Internacional em Recursos: Uma análise biofísica”, produzido pelo Painel Internacional de Recursos (IRP, em inglês), organizado pelo Programa da ONU para o Meio Ambiente, revela que o valor das trocas comerciais internacionais cresceu seis vezes mais e o seu volume mais que dobrou entre 1980 e 2010.

O aumento do comércio vem sendo acompanhado por uma mudança nos processos de intensificação do uso de recursos, e associado às consequências ambientais para nações em desenvolvimento. O relatório examina as exigências de recursos do comércio, como materiais, energia, terra e água usadas no país que produz as mercadorias, mas que acaba deixando para trás resíduos e emissões.

“Os benefícios do comércio internacional podem incluir melhor acesso aos recursos e técnicas de produção ainda mais eficientes de economia de escala”, disse o diretor executivo do Pnuma, Achim Steiner. “No entanto, o aumento do consumo global resulta, sobretudo, em um impacto ao meio ambiente, da poluição à extinção de recursos”.

Leia mais:

Akatu divulga metas globais da ONU sobre produção e consumo sustentáveis

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: