Proteste lança cartilha sobre crise da água

A publicação online sugere várias dicas sobre como proceder em casos de desabastecimento de água , desperdícios e vazamentos em locais públicos

Dica da cartilha: armazenamento de água da chuva. Crédito: Divulgação

 

Para ajudar o consumidor a enfrentar a crise hídrica em São Paulo, a organização Proteste lançou a Cartilha da Água. É uma publicação online gratuita que inclui informações sobre como garantir a qualidade da água em época de racionamento, além de outras dicas. Esta iniciativa faz parte da Aliança pela Água  – coalizão de organizações da sociedade civil para contribuir com a construção de segurança hídrica em São Paulo – da qual o Instituto Akatu também participa.

De acordo com a cartilha, o consumidor tem direito à informação a respeito de qualquer interrupção, descontinuidade do serviço, ou mesmo de pequenos cortes, rodízio ou racionamento de água, segundo o Código de Defesa do Consumidor. Se o abastecimento for comprometido, a Proteste orienta as pessoas para o direito de pleitear a reparação pelos prejuízos sofridos. Os serviços de saneamento básico (água e esgoto) são essenciais e devem ser prestados de forma contínua, adequada e eficiente.

A cartilha sugere também medidas coletivas como, cobrar dos políticos comprometimento com a causa da água, denunciar desperdícios, alertar a concessionária para vazamentos em locais públicos, apoiar abaixo-assinados, petições, campanhas e outras ações que exijam do poder público melhor gestão da água.

O livreto ainda enumera medidas individuais que podem ser adotadas para evitar que a estiagem, que pode se repetir outras vezes, nos prive do abastecimento de água, comprometendo nossa saúde e qualidade de vida.

 

Leia mais:

Conheça o Projeto Observando Rios, da Fundação SOS Mata Atlântica

Plataforma Mapas Coletivos tem app sobre os mananciais de São Paulo

Movimento Cisterna Já ensina como captar e aproveitar a água de chuva

Instituto Akatu integra a Aliança pela Água

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: