Programa incentiva plantio florestal para geração de energia

O programa de reflorestamento PropFlora vai financiar o plantio de espécies exóticas, como o eucalipto, para preservar as matas nativas

Comentário Akatu: todo produto embute os recursos naturais e a energia empregados na sua fabricação. É importante que o consumidor consciente preste atenção à forma de produção e possa valorizar iniciativas como o PropFlora, um programa de reflorestamento que vai passar a financiar o plantio de florestas para geração de energia, evitando a derrubada das matas nativas.

Para ampliar o estímulo ao plantio de florestas e a recuperação de áreas degradadas em todo o país, o PropFlora (Programa de Plantio Comercial de Florestas) passará a financiar também a cultura de espécies exóticas para a geração de energia. O Programa foi lançado em 2002 com uma articulação dos ministérios do Meio Ambiente e da Agricultura e do Banco do Brasil para incentivar a plantação de florestas para uso industrial e a recuperação e a manutenção de áreas de preservação permanente e de reserva legal. Os beneficiados são associações, cooperativas e produtores rurais.

Com o incentivo do PropFlora ao plantio de árvores exóticas de crescimento rápido, fornos para secagem de grãos, por exemplo, poderão ser abastecidos com espécies como o eucalipto, poupando as florestas nativas e reduzindo o desflorestamento. Contribuirá, ainda, com o Plano para a Prevenção e Combate do Desmatamento na Amazônia, lançado em marco pelo Governo Federal. Além disso, haverá geração de empregos e de renda, diversificação das atividades no campo e conservação da água e do solo.

O Programa vai disponibilizar até R$ 150 mil para cada produtor, somando R$ 50 milhões em  investimentos. A liberação dos recursos, por conta do Banco do Brasil, será de acordo com as fases de preparação, de plantio e de manutenção das  florestas.

Se você quiser seguir o Akatu no twitter, clique aqui

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: