Presidente do Akatu participa de encontro na Suíça

Helio Mattar esteve presente na última reunião promovida pela Fundação Schwab e voltou entusiasmado com a efervescência dos movimentos sociais

Entre os dias 20 e 22 de janeiro passado, o diretor-presidente do Akatu, Helio Mattar, esteve em Zurique, na Suíça, participando do Encontro Mundial de Empreendedores Sociais, promovido pela Fundação Schwab.

Esta é a sétima edição do Encontro que reúne cerca de 100 empreendedores sociais de aproximadamente 40 países. Mattar resume em uma declaração a importância do evento: “No primeiro dia, na primeira hora, fui procurado por uma pessoa que queria me encontrar para falar sobre uma nova campanha, a ser lançada pelo Al Gore, para envolver o consumidor no movimento pela sustentabilidade, interessado em saber como o Akatu poderia contribuir para essa campanha”. Essa simples declaração é suficiente para mostrar as oportunidades que surgem em reuniões como as organizadas pela Schwab Foundation.

Desde o ano passado, o Encontro de Empreendedores Sociais adotou um novo modelo. Até 2006, ele era realizado em Davos, pouco antes do Fórum Econômico Mundial (também criado por Klaus Schwab), e os empreendedores sociais tinham a oportunidade de entrar em contato com os empresários durante o Fórum. A partir de 2007, o Encontro de Empreendedores Sociais ganhou “vida própria” e passou a acontecer em Zurique. “Essa mudança alterou um pouco natureza do diálogo. Antes éramos nós, os empreendedores sociais, que visitávamos uma reunião de empresários (o Fórum Econômico). Agora são os empresários, as Fundações e as Universidades que comparecem ao nosso encontro. Isso faz com que se tenha a possibilidade de melhor conhecimento mútuo e o desenvolvimento de oportunidades com maior facilidade”, explica Mattar.

Outra mudança introduzida este ano foi que o Encontro deixou de ser composto basicamente de palestras feitas por pessoas trabalhando em temas de interesse dos empreendedores sociais. Passou a ser feito por meio de reuniões nas quais todos tem a oportunidade de se apresentar e têm voz. “Dessa forma, a troca de informações foi mais intensa”, observa Mattar. Prova de que as possibilidades foram muitas é que Mattar volta ao Brasil trazendo os nomes de cerca de 40 instituições com as quais existem possibilidades de trabalhos em parceria com o Akatu. Entre eles, a Fundação Goldman Sachs, ligada à corporação de mesmo nome, interessada em trabalhos com jovens.

Para Mattar, que esteve presente em seis dos sete Encontros de Empreendedores Sociais da Fundação Schwab, a participação em um evento desse porte permite ver claramente a evolução dos movimentos sociais e, sobretudo, a velocidade do amadurecimento e do crescimento deles. “Esses encontros transmitem uma visão de esperança em relação à transformação social”, declara ele entusiasmado.

Se você quiser seguir o Akatu no Twitter, clique aqui.

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: