Preocupação das empresas com a sustentabilidade abrange toda cadeia produtiva

Dado foi revelado por pesquisa online feita pela Deloitte entre os dias 20 de março e 2 de abril de 2009. Um total de 115 empresas com atuação no Brasil respondeu à pesquisa.

A Deloitte, uma organização empresarial que presta serviços de consultoria e auditoria, realizou uma pesquisa online para identificar as práticas, visões e preocupações das empresas em relação à sustentabilidade. O estudo revelou, entre outros aspectos, que o tema entrou na agenda das empresas, permeando todas as fases da cadeia produtiva e que o cenário da crise econômica não impactou as decisões de investimento da maior parte delas em relação às suas ações de sustentabilidade.

Segundo relatório do estudo “os resultados da pesquisa mostram que a adoção de práticas sustentáveis já está se impregnando em todas as etapas da cadeia produtiva. As empresas têm sido requeridas a mudar seus portfólios de produtos ou processos de produção por exigência de clientes ou consumidores, por questões de sustentabilidade. Os controles ambientais, assim como as exigências legais, também têm impacto importante sobre as atividades e a preocupação das empresas com a implantação de medidas sustentáveis”. A pesquisa evidencia também que “a sustentabilidade é um fator fundamental na escolha ou seleção dos fornecedores, com um amplo conjunto de práticas exigidas por parte das empresas no momento de contratá-los”.

“Essa é na verdade uma tendência inevitável por parte das empresas e, hoje, a adoção de práticas sustentáveis é uma questão de sobrevivência dos negócios”, afirma Helio Mattar, diretor presidente do Instituto Akatu. Mattar se apóia nos resultados de diversas pesquisas que o Akatu tem feito junto ao consumidor e que vêm identificando a emergência de um novo comportamento de consumo mais voltado a considerar as empresas como agentes sociais e ambientais e não apenas como agentes produtivos.

Na pesquisa Responsabilidade Social das Empresas — Percepção do Consumidor Brasileiro, por exemplo, divulgada pelo Instituto Akatu e pelo Instituto Ethos em 2008, esse fato ficou claro: quase 80% dos consumidores têm interesse em saber o que as empresas estão fazendo na área de responsabilidade social empresarial.

Pesquisa “A Cadeia da Sustentabilidade”
O estudo foi apresentando na reunião da Câmara Internacional do Comércio, nas vésperas da edição latino-americana do Fórum Econômico Mundial, que se realizou de 13 a 15 de abril. Responderam à pesquisa da Deloitte 115 empresas que atuam no País: 53% delas em segmentos da indústria, 45% em serviços e 2% em agropecuária. A pesquisa foi feita por internet.

Entre as questões que as empresas responderam positivamente se destacam: a racionalização do uso dos recursos naturais (76%); programas de responsabilidade social para funcionários (72%) e programas de gerenciamento de resíduos (69%).

O maior número das respostas negativas foi para as perguntas: investimentos em fundos de preservação ambiental (55%); adoção do Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (42%) e parcerias com empresas privadas, organizações não governamentais e governos (25%).

Se você quiser seguir o Akatu no Twitter, clique aqui.

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: