Preço de ovo de Páscoa varia mais de 100% em São Paulo, diz Procon

Produto custa R$ 10,00 menos na Zona Norte da cidade; consumidor deve considerar custo e tempo de deslocamento antes de decidir onde comprar

 

Uma pesquisa divulgada na quinta-feira (14/2) pela Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor de São Paulo (Procon-SP), revelou que produtos de Páscoa podem ter diferenças de preços acima de 100%. A maior variação identificada em supermercados da cidade de São Paulo nos ovos de Páscoa foi de 101,01%; nos bolos de Páscoa, de 48,26% e nas caixas de bombons, de 34,16%.

O levantamento foi realizado nos dias 28 e 29 de março em dez estabelecimentos comerciais distribuídos pelas cinco regiões do município de São Paulo e buscou informações sobre itens como ovos e bolos de Páscoa e caixas de bombons. Ao todo, foram pesquisados 176 itens.

Quando comparadas a pesquisa atual e a realizada em 2010, constatou-se que houve, em média, acréscimo de 2,75% nos ovos de Páscoa, de 10,06% nos bolos de Páscoa e nas caixas de bombons houve decréscimo de 1,36%. O Índice de Preços ao Consumidor – IPC da FIPE, referente ao período de fevereiro de 2010 a março de 2011 registrou uma variação de 7,21%.

Veja abaixo os produtos pesquisados com maior diferença de preço:

Ovos de Páscoa
• Maior diferença: 101,01%
Produto: Scooby Doo (c/brinde) – 170g – Village
Maior preço: R$ 19,90 (Extra – Centro)
Menor preço: R$ 9,90 (Andorinha – Norte)
Diferença valor absoluto: R$ 10,00

Bolos de Páscoa
• Maior diferença: 48,26%
Produtos: Bella Páscoa Frutas – 500 g – Village
Maior preço: R$ 11,09 (Pão de Açúcar – Sul e CompreBem – Leste)
Menor preço: R$ 7,48 (Andorinha – Norte)
Diferença valor absoluto: R$ 3,61

Caixas de Bombons
• Maior diferença: 34,16%
Produto: Ferrero Rocher (15 unidades) – 187g – Ferrero Rocher
Maior preço: R$ 19,99 (Lojas Americanas – Centro)
Menor preço: R$ 14,90 (Chocolândia – Sul)
Diferença valor absoluto: R$ 5,09

Do total dos itens pesquisados, o estabelecimento Andorinha (da região Norte) foi o que apresentou a maior quantidade de produtos com menor preço (134 de 155 produtos encontrados, o que representa 86,45%).

Clique aqui para ver dos dados completos do levantamento.

Dicas ao consumidor
O Procon-SP orienta os consumidores a ficarem atentos às especificações contidas na embalagem, principalmente quanto a prazo de validade, composição e peso líquido do produto. A embalagem deve apresentar o selo do Inmetro e a faixa etária sempre que houver brinquedo no interior do produto.

Comparar preço, qualidade e quantidade do produto é importante. “Mas deve-se, principalmente, considerar se compensa o deslocamento, o custo da passagem, do combustível e o tempo gasto, para comprar mais barato em uma loja mais distante”, diz Camila Mello, gerente mobilização comunitária do Instituto Akatu.

Se você quiser seguir o Akatu no Twitter, clique aqui.

 

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: