Porto Alegre adere ao movimento Cidades Solares

Porto Alegre aprova legislação que incentiva o uso de energia solar para aquecimento de água

O movimento Cidade Solares promove eventos para incentivar as prefeituras a implementarem legislação que estimule o uso da energia solar para o aquecimento de água, em substituição aos chuveiros elétricos e os aquecedores a gás. A vereadora de Porto Alegre, Mônica Leal foi quem propôs a lei que institui o Programa de Incentivos ao uso de Energia Solar nas Edificações.  “Esperamos que na sua regulamentação sejam criados mecanismos eficazes para a promoção da energia solar, como incentivos fiscais, programas de treinamento, de capacitação e de difusão de informações”, disse Lucia Ortiz, Coordenadora do ONG Núcleo Amigos da Terra / Brasil, comentando a sanção da lei.

A substituição da energia elétrica para aquecimento de água – hoje responsável por 6% do consumo nas residências do país – por aquecimento solar gerou uma economia de mais de 380 mil MWh, no Brasil, somente em 2005, segundo dados do Departamento de Aquecimento Solar da Associação Brasileira de Ar Condicionado, Refrigeração, Ventilação e Aquecimento (Abrava). Esse volume de energia corresponde a mais de um dia de produção da Usina Hidrelétrica de Itaipu, a maior do mundo. Por isso, se você for construir em Porto Alegre, procure ver os benefícios aos quais terá acesso caso adote a energia solar. E se você for construir em qualquer lugar, considere também a possibilidade de usar energia solar. Atualmente, essa é a fonte mais abundante, barata e limpa de geração de energia.

Com informações de Cidades Solares.

Se você quiser seguir o Akatu no Twitter, clique aqui.

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: