Pirâmide alimentar dupla traz orientações nutricionais e ambientais

O modelo criado mostra que ter uma alimentação mais saudável também ajuda a diminuir os impactos negativos dessa produção no meio ambiente

 

Uma pirâmide alimentar que considera não só as questões nutricionais, mas também as questões ambientais, foi elaborada pelo Barilla Center for Food and Nutrition (BCFN), ligada à empresa de alimentos Barilla.

A chamada “Pirâmide Dupla” tem duas pirâmides posicionadas lado a lado. Uma delas é a pirâmide alimentar. Ela tem frutas e legumes na sua base (maior). Acima estão os grãos, laticínios, peixes, ovos e carne, nesta ordem.

A pirâmide ambiental analisa os impactos ambientais da produção, distribuição e consumo dos alimentos. Posicionada de cabeça para baixo, tem os alimentos com menor impacto ambiental no nível mais baixo.

Com o modelo que mostra as duas pirâmides lado a lado, é fácil perceber que os alimentos mais indicados nutricionalmente (frutas e legumes) também são os que têm menos impactos ambientais. Um “menu sustentável” pode incluir carne e peixe, mas é preciso ter atenção no equilíbrio entre proteínas originadas de plantas ou animais (carnes, ovos, laticínios, queijos)

Segundo o relatório do BCFN, a alimentação representa o segundo fator mais importante da sustentabilidade global (seguida da indústria de energia) e, por isso, é uma prioridade para todos os envolvidos na cadeia de produção de alimentos a redução de impacto ambiental.

O modelo da Pirâmide Dupla proposto pelo BCFN é interessante do ponto de vista do consumo consciente porque serve como ferramenta de orientação para a população que deseja não só melhorar a sua saúde fazendo uma dieta equilibrada como também reduzir o seu impacto negativo no meio ambiente. Para ter uma sociedade do bem-estar, tanto as pessoas como o meio ambiente precisam estar saudáveis.

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: