Pacto Setorial da Madeira

Os signatários do pacto estão obrigados a financiar, distribuir e comercializar somente madeira certificada

Entidades criadoras: Fórum Amazônia Sustentável

O pacto: os signatários do Pacto Setorial da Madeira estão obrigados a financiar, distribuir e comercializar somente madeira certificada (ou que estejam em processo de regularização) e se comprometem a boicotar fornecedores que façam parte da Lista Suja do Trabalho Escravo do Ministério do Trabalho e/ou da Lista de Embargos do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

O Pacto da Madeira também prevê a mobilização, por parte dos signatários, para ampliar o número de adesões e a realização de campanhas de esclarecimento com seus consumidores e fornecedores. Devem, portanto, os signatários, promover o financiamento, a produção, o uso, a comercialização e o consumo sustentável de produtos florestais da Amazônia destinados à cidade de São Paulo.

Monitoramento: ao assinarem o Pacto da Madeira, as empresas comprometem-se a enviar um relato a respeito de suas ações ao Comitê de Acompanhamento dos Pactos (CAP). A este, cabe validar ou não as ações declaradas pelos signatários como suficientes para o cumprimento do pacto. O Instituto Ethos desempenha o papel de Secretaria Executiva desta iniciativa.

Constituem o Comitê de Acompanhamento do Pacto da Madeira: Amigos da Terra – Amazônia Brasileira, Carrefour, Grupo Orsa, Grupo Pão de Açúcar, Imaflora, Instituto Akatu, Instituto Ethos, Instituto Socioambiental, Movimento Nossa São Paulo, Imazon, Repórter Brasil, Wal-Mart.

Para mais informações acesse o site Conexões Sustentáveis.

Até o dia 11 de agosto de 2001, o Pacto Setorial da Madeira apresentava 37 entidades signatárias:

  • Amata
  • Amigos da Terra – Amazonia Brasileira
  • Associação Brasileira dos escritórios de Arquitetura – ASBEA
  • Avislimp Ecologic Cleaning
  • Beraca Sabará Químicos e Ingredientes Ltda.
  • Carrefour Comércio e Indústria Ltda.
  • Ecolog Indústria e Comércio Ltda.
  • Espaço da Madeira
  • Fazendinha Sustentável Jardinagem e Piasagismo Ltda.
  • FSC – International
  • Fundação Amazônia Sustentável
  • Fundação Orsa
  • Grupo Eco
  • Grupo Pão de Açucar
  • IFC – International Finance Corporation
  • Imaflora – Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola
  • Instituto Akatu
  • Instituto Carvão Cidadão
  • Instituto de Conservação Ambiental – TNC
  • Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazonia
  • Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social
  • Instituto Peabiru
  • Instituto São Paulo Sustentável
  • ISA – Instituto Socioambiental
  • Leo Madeiras, Máquinas e Ferragens Ltda.
  • Mil Madeiras – Precious Woods
  • Multimeio Comunicação e Marketing
  • Natura
  • Organização Internacional do Trabalho – Washington
  • Orsa Celulose
  • Orsa Florestal
  • Produtores Florestais Certificados na Amazônia – PFCA
  • Repórter Brasil
  • Tramontina Belém S.A.
  • Tulipe Consultoria em Projetos Sustentáveis
  • Vale Grande Indústria e Com. De Alimentos S/A
  • Walmart

Pactos empresariais querem ampliar e fortalecer negócios mais sustentáveis
Pacto Nacional pela Erradicação do Trabalho Escravo
Pacto Empresarial pela Integridade e Contra a Corrupção
Pacto Setorial da Pecuária
Pacto setorial da Soja

Se você quiser seguir o Akatu no Twitter, clique aqui.

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: