Oscar 2016: Leonardo DiCaprio alerta para Mudanças Climáticas em seu discurso

Na cerimônia de premiação, o ator levou o Oscar de melhor ator e falou da importância de trabalhar coletivamente para lutar contra as Mudanças Climáticas

Trailer do filme ‘”O Regresso”, que valeu o Oscar de melhor ator para Leonardo DiCaprio

 

Leonardo DiCaprio venceu o Oscar de melhor ator por sua atuação no filme “O Regresso”, com apoio de uma torcida internacional, após seis indicações ao prêmio.

Ativista de causas ambientais, o ator aproveitou para alertar para as Mudanças Climáticas no seu discurso ao receber o prêmio na cerimônia realizada ontem (28/2), após um longo agradecimento.

“O filme ‘O Regresso’ fala sobre a relação do homem com o mundo natural. Um mundo que nós, coletivamente, sentimos em 2015 como o mais quente de toda a história. Nossa produção precisou se mover para o extremo sul do planeta só para encontrar neve. As Mudanças Climáticas são reais, estão acontecendo agora. É a maio ameaça para nossa espécie e nós temos que trabalhar coletivamente e parar de procrastinar. Temos que apoiar líderes ao redor do planeta que não falam em nome dos grandes poluidores, mas que falam por toda a humanidade, pelos indígenas do mundo, pelos bilhões e bilhões de pessoas desprivilegiadas que estão aí e seriam afetadas por isso. Pelos filhos dos nossos filhos e pelas pessoas que têm suas vozes abafadas pela política da ganância. Eu agradeço a todos por essa maravilhosa premiação esta noite. Vamos dar o devido valor a nosso planeta. Eu dou valor a esta noite. Muito obrigado!”

Há uma relação de interdependência ao longo da história entre a ação humana e o impacto sobre os ecossistemas e o comportamento climático. Essas alterações climáticas são causadas por poluição industrial, desmatamento, exploração pecuária em larga escala, utilização de meios de transportes movidos a combustíveis fósseis e geração de energia, por exemplo.

Se os consumidores são parte da origem do problema, também são parte de sua solução. Com pequenas mudanças em suas práticas cotidianas, as pessoas podem contribuir para a diminuição desse problema. Um exemplo seria o compartilhamento de caronas para ir ao trabalho. Menos carros nas ruas significa menos poluição. Este novo comportamento e esta nova consciência são primordiais para reduzir o aquecimento global e suas consequências ruins ao clima do planeta.

Leia mais:

Nível do mar subiu mais nos últimos cem anos que nos três milênios anteriores

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: