Orgânicos: mais acessíveis e próximos do consumidor

Ferramenta que mapeia feiras orgânicas pelo Brasil é lançada esta semana

Já está disponível na internet um mapa das feiras orgânicas do país. A iniciativa será lançada esta semana pelo Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) e atende à crescente procura por alimentos mais sustentáveis, livres de agrotóxicos e compatíveis com modos de produção e consumo locais. O Mapa de Feiras Orgânicas facilita o acesso a estes produtos através da localização de feiras e Grupos de Consumo Responsável (GCRs) mais próximos ao endereço fornecido pelo internauta. Para quem não conhece a sigla, os GCRs podem ser tanto grupos formados por pessoas, quanto instituições, que se organizam para consumir de forma mais consciente, trocar informações e disseminar o acesso a estes produtos.

A ferramenta também oferece um pequeno guia de frutas e hortaliças regionais, informando a respeito de sua sazonalidade. Informações úteis, uma vez que alimentos de época são mais frescos, baratos e podem ser adquiridos por meio de produção local, dispensando o uso intensivo de transporte, quando possível.

Em 2010, uma pesquisa realizada pelo Idec levantou o custo de 18 frutas, verduras e legumes orgânicos encontrados em supermercados e feiras orgânicas em sete capitais do país. Pelo levantamento da organização, em 100% dos casos os produtos orgânicos encontrados nas feiras eram mais baratos em relação aos mesmos vendidos no supermercado. Segundo dados da pesquisa, a diferença de preço entre eles chegava a ser de 463%.

O Mapa de Feiras Orgânicas é construído colaborativamente: envie sua sugestão de feira para ser incluída na ferramenta!

Siga no twitter.
Curta no facebook.

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: