Nova York processa grandes empresas de petróleo por danos causados pelo aquecimento global

A cidade norte-americana também pretende alienar bilhões de dólares dos seus fundos de pensão investidos em combustíveis fósseis

Nova York, nos EUA –  Crédito: Creative commons/Nick Brown

 

O prefeito da cidade de Nova York, Bill de Blasio, anunciou que pretende processar cinco grandes empresas de petróleo, que contribuíram para o aumento do aquecimento global: BP, Chevron, ConocoPhillips, Exxon Mobil e Royal Dutch Shell. O objetivo é recuperar milhões de dólares, levando em conta o dinheiro que foi gasto até agora com as mudanças climáticas.

Blasio também disse que a cidade prevê alienar US $ 5 bilhões dos seus fundos de pensão investidos em combustíveis fósseis. E planeja ainda desinvestir mais US $ 189 bilhões nesse setor dentro de cinco anos.

É muito positivo o plano de Nova York em não investir mais em energias fósseis não renováveis, que geram emissão de gases de efeito estufa, causadores do aquecimento global e das mudanças climáticas. O ideal é que houvesse também o aumento em investimentos em energias limpas renováveis (como, por exemplo, a solar, a eólica e a de biomassa). Para essa transição, e depois dela, é cada vez mais importante o papel do consumidor. Consumir energia de forma consciente é optar por fontes mais sustentáveis já existentes e demandar do mercado soluções de qualidade e em quantidade adequadas, além de utilizar o necessário para garantir bem-estar, sem desperdício. Apoiar o desenvolvimento de fontes renováveis de energia e a educação para o consumo consciente também são formas de contribuir para um futuro com mais bem-estar para todos.

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: