Nelson Mandela, herói dos direitos humanos e da igualdade

Que as gerações futuras, ao conhecer sua história, sejam inspiradas a contribuir positivamente pelo bem coletivo

Sempre parece impossível, até que seja feito.”
Nelson Mandela (1918 – 2013)

 

O presidente da África do Sul, Jacob Zuma, ao informar a morte de Nelson Mandela, pediu: “Enquanto nos reunimos, em qualquer parte do país ou do mundo, vamos recordar os valores pelos quais Madiba lutou”.

O Akatu se junta a todas as pessoas e nações que nesse momento se voltam para o legado inspirador de Nelson Mandela, trazendo uma reflexão sobre seus valores, seu significado para o mundo, e o que cada um de nós pode fazer para ser um pouco Madiba.

Nelson Mandela apreciava o conhecimento e a educação. Ele estimava a liberdade e a habilidade de cada indivíduo contribuir para toda a sociedade. Dizia que “uma boa cabeça e um bom coração são sempre uma combinação formidável”. E frequentemente avaliava uma nação pela maneira como ela tratava suas crianças.

Madiba, como era carinhosamente chamado pelos sul-africanos, era um líder com uma boa cabeça e um bom coração que se sacrificou ao lado daqueles que liderava. Era um homem íntegro no sentido radical da palavra, inteiro, que não se afastava de seus valores e de suas crenças, seja no discurso seja na ação. Devotou sua vida a uma missão, usando a verdade para se sobrepor aos horrores da violação dos direitos humanos.

Seu corpo partiu, mas seu legado nunca morrerá. Permanecerá o exemplo de humanidade para milhões que vivem hoje e milhões que viverão séculos por vir. Homens, mulheres, crianças de todas as crenças, nacionalidades e culturas que tiveram o privilégio de serem contemporâneos a Nelson Mandela irão sentir falta de sua presença maravilhosa. E que as gerações futuras, ao conhecer sua história, sejam inspiradas a contribuir positivamente pelo bem coletivo.

Agir, inspirar a mudança

Em 2009, a Assembleia-Geral das Nações Unidas estabeleceu 18 de julho como o Dia Internacional de Nelson Mandela, data de seu nascimento. Com a homenagem, a Fundação Nelson Mandela propôs que a campanha “Agir, inspirar a mudança” convocasse todas as pessoas a dedicar pelo menos 67 minutos a ações humanitárias neste dia, divulgando uma lista de “67 Maneiras de Mudar o Mundo”, com dicas de ações a favor da comunidade. A proposta se centra em 67 minutos e em 67 dicas como representação dos anos em que Mandela se dedicou ao serviço público, seja como advogado de direitos humanos, como prisioneiro de consciência, pacificador internacional e primeiro presidente democraticamente eleito pós-apartheid na África do Sul.

Na lista de 67 ações sugeridas pela instituição, você verá que há muito de preocupação com as pessoas, com o meio ambiente, com a sociedade, exatamente na linha de “preocupação com o outro” que caracteriza o consumo mais consciente. Ao serem praticadas, essas ações lembrarão a quem as adota da importância das relações com amigos, com família, com as pessoas da comunidade para que a vida tenha mais sentido e seja de fato valorizada pela vida em si.

São sete áreas de atuação – Solidariedade, Saúde, Educação, Combate à Pobreza, Infância e Juventude, Valorização dos Idosos e Meio Ambiente – onde ações simples podem trazer mudanças muito positivas para todos os envolvidos e muita satisfação para quem toma a iniciativa de fazê-las:

67 MANEIRAS DE MUDAR O MUNDO

. : Seja solidário : .

1. Faça um novo amigo. Conheça alguém de uma comunidade cultural diferente. Somente por meio da compreensão mútua podemos livrar nossa sociedade da intolerância e xenofobia.
2. Leia para alguém que não sabe ler.
3. Conserte os buracos na sua rua ou seu bairro.
4. Dê abrigo a um animal abandonado.
5. Seja voluntário em uma biblioteca perto de sua casa.
6. Ofereça-se para ajudar um vizinho idoso que não pode dirigir para fazer suas compras e tarefas.
7. Organize um “dia da limpeza” em sua região.
8. Arrecade com seus amigos um pedaço de tecido e confeccione um cobertor para quem precisa.
9. Seja voluntário em sua delegacia de polícia ou organização religiosa local.
10. Doe suas habilidades.
11. Se você é um construtor, ajude a construir ou melhorar a casa de alguém.
12. Ajude alguém a começar seu negócio.
13. Construa um site para alguém que precisa de um, ou para uma causa que você acha que precisa do apoio.
14. Ajude alguém a conseguir um emprego: produza e imprima um currículo, ou ajude a pessoa com suas habilidades de entrevista.
15. Se você é um advogado, faça algum trabalho por uma boa causa.
16. Escreva para o seu vereador sobre um problema na sua vizinhança ou cidade que requer atenção.
17. Patrocine um grupo de estudantes para ir ao teatro ou zoológico.

. : Boa saúde : .

18. Entre em contato com as organizações locais de combate e tratamento de HIV/Aids e descubra como você pode ajudar.
19. Ajude seu hospital local: funcionários muitas vezes precisam de apoio tanto quanto os pacientes.
20. Muitos doentes terminais não têm ninguém para falar. Converse com eles e traga um pouco de sol a suas vidas.
21. Converse com seus amigos e familiares sobre a HIV/Aids.
22. Faça o teste de HIV/Aids e encoraje o seu parceiro a fazê-lo também.
23. Leve brinquedos para um hospital local que tenha ala infantil.
24. Reúna membros mais jovens da sua família para um passeio no parque.
25. Doe alguns suprimentos médicos para uma clínica de comunidade local.
26. Leve alguém que você conheça que não possa pagar para uma consulta no dentista ou oftalmologista.
27. Faça algo para um grupo de apoio de sua escolha.
28. Inicie uma horta comunitária para incentivar uma alimentação saudável em sua comunidade.
29. Doe uma cadeira de rodas ou cão-guia a alguém que precise.
30. Reúna uma porção de alimentos e dê a alguém que precise.

. : Torne-se um educador : .

31. Ofereça-se para ajudar a escola de seu bairro.
32.  Ajude uma escola ou um aluno em seu campo de especialização.
33. Ofereça atividades extracurriculares.
34. Ofereça-se para fornecer explicações em uma matéria escolar que você domine.
35. Doe seu computador velho.
36. Ajude a manter os campos desportivos.
37. Arrume uma sala de aula, substituindo janelas quebradas, portas e lâmpadas.
38. Doe materiais para aulas de arte.
39. Ajude uma classe de alfabetização de adultos.
40. Pinte salas de aula e edifícios escolares.
41. Doe seus livros antigos, ou quaisquer outros livros bons, a uma biblioteca escolar.

. : Ajude quem vive na pobreza : .

42. Compre alguns cobertores, ou pegue os que você não precisa mais, e dê a alguém que precise.
43. Limpe seu armário e doe as roupas que já não usa a alguém que precise.
44. Doe cestas de alimentos para uma família.
45. Organize uma venda de bolos, lavagem de carros ou venda de garagem para doar os lucros.
46. Para os mais pobres, sapatos podem ser um artigo raro. Não os acumule se não vai usá-los. Doe.
47. Seja voluntário em ações de cozinha comunitária ou de doação de sopa na sua região.

. : Cuide das crianças e jovens : .

48. Ajude em um orfanato ou abrigo.
49. Ajude as crianças com seus estudos.
50. Organize um jogo amigável de futebol, ou patrocine as crianças para assistirem uma partida no estádio local.
51. Treine um time de futebol e estimule a fazerem novos amigos.
52. Doe equipamentos esportivos para abrigos infanto-juvenis.
53. Doe brinquedos educativos e livros para um lar de crianças.
54. Pinte ou ajude na reparação ou na infraestrutura de uma orfanato ou centro de juventude.
55. Doe tempo para ouvir o que as crianças e jovens têm a dizer e para dar-lhes bons conselhos.

. : Valorize os idosos : .

56. Se você toca um instrumento, visite um lar de idosos local e toque para os moradores e funcionários.
57. Conheça a história de alguém mais velho que você. Muitas vezes as pessoas esquecem que os idosos têm riqueza de experiência e sabedoria para compartilhar.
58. Acompanhe um idoso em suas compras. Ele vi apreciar a sua companhia e ajuda.
59. Leve o cão de um idoso para passear.
60. Limpe o gramado de um idoso e ajude a consertar as coisas em torno de sua casa.

. : Cuide bem de seu meio ambiente : .

61. Se não existem centros de reciclagem em sua região, organize uma petição local ou fale com um vereador para terem um.
62. Doe árvores nativas para embelezar os bairros em áreas mais pobres.
63. Colete jornais velhos de uma escola, comunidade ou hospital e leve-os a um centro de reciclagem.
64. Identifique bueiros abertos ou vazamentos na sua região e relate às autoridades locais.
65. Incentive a empresa, escola ou organização em que você trabalha a desligar todas as luzes desnecessárias e fontes de alimentação à noite e nos finais de semana.
66. Interaja com as pessoas e veja se você consegue convencê-las do valor da recuperação e preservação do meio ambiente.
67. Organize mutirões para limpar o parque local, rio, praia, rua, praça ou recintos desportivos com alguns amigos. Nossas crianças merecem crescer num meio ambiente limpo e saudável.

Com Cordoba Initiative, Mandela Foundation e Agência Brasil

Curta no Facebook
Siga no Twitter

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: