Na Flip, Michael Pollan defende alimentação saudável

Na Festa Literária Internacional de Paraty 2014, escritor e ativista norte-americano faz campanha contra a comida industrial

Foto: o escritor e ativista Michael Pollan – crédito: Ken Light/Divulgação

 

“Não coma nada que a sua avó não reconhecesse como comida.” Esta é uma das “regras da comida” de Michael Pollan, escritor e ativista norte-americano que participará da Flip 2014, Festa Literária Internacional de Paraty, que será realizada de 30 de julho a 3 de agosto em Paraty (RJ).

Pollan une política, literatura e ciência em sua cruzada contra a era da comida industrial. Ganhou fama com suas campanhas contra a junkie food, a agricultura predatória e o agronegócio, que contribuem para a degradação da alimentação na vida moderna.

Nos seus livros O dilema do onívoro, As regras da comida e Em defesa da comida, publicados no Brasil pela editora Intrínseca, Pollan faz verdadeiros manifestos em favor de um retorno à alimentação saudável, numa reação na era da comida industrial. Na Flip 2014, Pollan lança o livro Cooked.

Conversar à mesa e cozinhar a própria refeição, de preferência com amigos e família, são para Pollan alguns dos gestos necessários para mudar a vida nos EUA, país que ele chama de “a república dos obesos” – os Estados Unidos é o país com o maior percentual de obesos, 13%. O número de pessoas obesas e com excesso de peso aumentou de 857 milhões em 1980 para 2,1 milhões em 2013, 29% da população mundial, revelou um estudo publicado na revista Lancet.

Leia mais:

Estudo revela que 29% da população mundial está obesa ou acima do peso

Documentário “Lamento dos Camponeses” retrata o desenvolvimento e a decadência dos fazendeiros de Luxemburgo

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: