Mostra Ecofalante de Cinema: confira a programação da quarta edição

Filmes focados na temática ambiental serão exibidos gratuitamente em salas da capital de SP

Foto: documentário “O Sal da Terra”, de Wim Wenders e Juliano Ribeiro Salgado, sobre o fotógrafo Sebastião Salgado, é destaque da Mostra – Crédito: Divulgação

 

A 4ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental, que será realizada de 19 a 29 de março de 2015 em São Paulo, traz como um dos destaques a pré-estreia do documentário “O Sal da Terra”, de Wim Wenders e Juliano Ribeiro Salgado, sobre o fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado. A produção foi indicada ao Oscar de melhor documentário.

Longas, médias e curtas metragens focados na temática ambiental, alguns deles inéditos no Brasil, serão exibidos nas salas de cinema na capital paulista. São 64 filmes, de 23 países.

Outra pré-estreia será o filme “No Meio do Rio, Entre as Árvores”, de Jorge Bodanzky, que será o cineasta homenageado este ano pela Mostra. Serão exibidas outras cinco produções de sua filmografia – “A Propósito de Tristes Trópicos”, “Iracema”, “Jari”, “Pandemonium” e “Terceiro Milênio” -, além de um episódio da série “Retratos Brasileiros” do Canal Brasil, dirigido por Evaldo Mocarzel, que aborda a carreira de Bodanzky.

A água é um tema que se destaca nesta edição da Mostra, tanto na Sessão Especial com os filmes “A Crise Global da Água” e “Quem Controla a Água?”, como em filmes da Competição Latino Americana e em todo o Panorama Histórico, para o qual foram selecionados filmes de cineastas como Elia Kazan, Jean Renoir e Glauber Rocha sobre o tema rios.

“A 4ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental se consolida como a maior mostra temática de meio ambiente do Brasil, ao mesmo tempo em que o sudeste do país enfrenta sua maior crise ambiental. A mostra já vem antecipando desde sua primeira edição, por meio dos filmes e de debates, esse colapso que testemunhamos”, afirma o diretor da Mostra, Chico Guariba.

O evento terá seis programas: Mostra Contemporânea Internacional, Panorama Histórico, Homenagem, Competição Latino-Americana, Circuito Universitário e Mostra Escola.

A Mostra contemporânea traz filmes de diversas partes do mundo, classificados nas temáticas Cidades, Energia, Biodiversidade, Recursos Naturais, Consumo e Povos e Lugares. São filmes que raramente entram em circuito de cinema no Brasil, e que já foram exibidos em grandes festivais como Berlim, Tribeca, Sundance, Cannes, Locarno, Hot Docs, CinemAmbiente, dentre outros. Serão realizados debates a partir da exibição de seis filmes, com a presença de diretores, especialistas e formadores de opinião.

No Panorama Histórico serão exibidos cinco filmes sobre o tema rios, reunindo produções de diretores e épocas diversas. Aqui temos produções de Glauber Rocha, Ozualdo Candeias, Jean Renoir, Elia Kazan e Youssef Chahine.

A competição latino-americana recebeu inscrições de nove países. Foram selecionados 12 filmes para exibição, do Brasil, Argentina, Colômbia, Chile, México e Uruguai. São três os prêmios concedidos: melhor filme eleito pelo júri, melhor filme escolhido pelo público e menção honrosa. O público poderá votar durante as sessões.

O Circuito Universitário acontece antes da Mostra, a partir do dia 09 de março, e leva a estudantes universitários filmes de edições anteriores da Mostra, como ‘aquecimento’ para a Mostra nas salas de cinema e como forma de incentivar a formação de público e o debate junto aos alunos. Os filmes exibidos este ano retratam questões como lixo, água, urbanização e a Amazônia. Participam do Circuito Universitário este ano Faculdade de Saúde Pública da USP, EACH-USP Leste, Faculdade Cásper Líbero, Senac, Mackenzie e FAAP. Os filmes serão exibidos nas próprias unidades, seguidos de debate com professores.

A Mostra Escola acontece de 09 a 29 de março no Centro Cultural São Paulo, voltada a estudantes de Ensino Médio e Fundamental. Serão exibidos os filmes “A Crise Global da Água”, “A Escala Humana”, “Trashed” e “Amazônia Desconhecida”.

As sessões são gratuitas e acontecem em salas de cinemas da cidade de São Paulo, entre eles o Caixa Belas Artes, o Reserva Cultural, o Cine Olido, a Cinemateca Brasileira e o Centro Cultural São Paulo (CCSP).

[CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DA 4º MOSTRA ECOFALANTE DE CINEMA]

 

Leia mais:

4ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental começa em março

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: