Plataforma Liderança Sustentável reúne líderes empresariais para discutir Ética & Diversidade em SP

Mais de 280 profissionais compareceram ao Teatro Promon para assistir às minipalestras de presidentes das maiores empresas do país

Transparência radical, sensibilidade no ambiente de trabalho, altruísmo: esses foram alguns dos principais conceitos discutidos na Plataforma Liderança Sustentável 2016 – Ética & Diversidade, evento que reuniu presidentes e líderes da Siemens, L’Oréal Brasil, Johnson & Johnson, Google, Coca-Cola e Microsoft, no último dia 15 de setembro, no Teatro Promon, em São Paulo. Em palestras de 12 minutos, eles compartilharam com o público os esforços de suas empresas para assegurar condutas baseadas em valores sólidos e construir quadros mais diversos de colaboradores.

Dividido em dois blocos, o encontro teve início com uma palestra do professor Dr. Robert Henry Srour, doutor em sociologia pela Universidade de São Paulo (USP), que contextualizou o tema da ética empresarial e seus principais desafios para as organizações. Em seguida, a sessão de cases empresariais começou com Paulo Stark, presidente da Siemens; em sua apresentação, ele destacou a postura de transparência adotada pela companhia em relação a denúncias na Alemanha e no Brasil e o orgulho despertado por esse posicionamento nos colaboradores.

Didier Tisserand, presidente da L’Oréal Brasil, falou sobre o código de ética da companhia e a participação dos funcionários em sua concepção, enquanto Marcio Coelho, presidente da divisão de Medical Devices da Johnson & Johnson, explicou como o credo da empresa, um dos mais antigos códigos de ética empresarial do mundo, criado em 1941, influencia as tomadas de decisão e a conduta dos profissionais.

Representante do Escritório da ONU Mulheres no Brasil, Dr. Nadine Gasman abriu o segundo bloco de palestras, sobre diversidade, abordando a responsabilidade de empresas e sociedade civil na solução das desigualdades. Na palestra seguinte, Fábio Coelho, presidente do Google no Brasil, deu uma dica importante aos presentes: reconhecer a dificuldade em lidar com as diferenças de gênero, étnicas, etárias, entre outras, é o primeiro passo para as organizações se desenvolverem no tema. Raissa Lumack, vice-presidente de Recursos Humanos da Coca-Cola, defendeu a necessidade de refletir no ambiente de trabalho a diversidade do mercado em que se atua, assim como propôs a última palestrante da noite, Paula Belizia, presidente da Microsoft, que vem trabalhando o tema pela óptica da oportunidade de negócio, não das dificuldades e/ou desafios.

Além dos líderes citados anteriormente, outros dois presidentes – que não puderam comparecer ao 5º Encontro Anual da Plataforma Liderança Sustentável devido a imprevistos na agenda – integrarão o movimento. Seus cases focados em iniciativas de promoção da diversidade serão registrados no próximo livro de Ricardo Voltolini, a ser lançado em 2017: Charles Desmartis, CEO do Grupo Carrefour Brasil, e José Luiz Rossi, presidente da Serasa Experian.

As palestras estarão disponíveis em breve no portal www.plataforma.ideiasustentavel.com.br.

Sustentabilidade e inovação

No evento, aconteceu ainda o lançamento do livro Sustentabilidade como Fonte de Inovação – Oito entrevistas com líderes que estão criando o futuro no presente, de Ricardo Voltolini, diretor-presidente da consultoria Ideia Sustentável e idealizador da Plataforma Liderança Sustentável. Walter Dissinger, CEO da Votorantim Cimentos, Luciano Guidolin, vice-presidente da Braskem, e Armando Ennes do Valle Jr, vice-presidente da Whirlpool, subiram ao palco para receber os primeiros exemplares do livro, que apresenta também os cases de Ralph Schweens (BASF), Anielle Guedes (Urban 3D), Pedro Suarez (Dow), Jorge Lopez (3M) e Roberto Lima (Natura).

Premiação

Criado pela Ideia Sustentável em 2015 para homenagear pessoas que fazem a diferença em sustentabilidade empresarial, o Prêmio Sabiá-Laranjeira reconheceu no evento: Paulo Nigro, presidente do Aché Laboratórios, e Franklin Feder, ex-presidente da Alcoa, por serem ambos uns dos mais inspiradores e participativos integrantes da Plataforma Liderança Sustentável; Tânia Cosentino, presidente da Schneider Electric na América do Sul, por sua crescente notabilidade como porta-voz de questões de gênero no mundo empresarial; Geraldo Carbone, sócio-diretor da G;xtrat Consultoria, por seu pioneirismo em pautar a agenda da diversidade no Bank Boston no final dos anos 90; Reinaldo Bulgarelli, sócio-diretor da Txai Consultoria e Educação, pelo ativismo em direitos humanos desde os anos 80; Marta Gil, coordenadora executiva da Amankay Instituto de Estudos e Pesquisas, pela gestão de conhecimento sobre deficiência, especialmente em trabalho e educação; Roberto Livianu, presidente do Instituto Não Aceito Corrupção, pela defesa da cultura da ética e da transparência no Brasil; Heloisa Bedicks, superintendente-geral do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa, pelo trabalho de referência desempenhado pelo IBGC no país; Tânia Braga, gerente de Sustentabilidade, Acessibilidade e Legado do Comitê Olímpico Rio 2016, pela seriedade do projeto desenvolvido para o evento; e Fernando Alves, diretor executivo da Rede Cidadã, por estar à frente da organização que educa jovens da base da pirâmide. Todas as peças são exclusivas, criadas com madeira reciclada pelo artista plástico Eduardo Miguel Pardo.

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: