Lançamento do segundo episódio da websérie Volume Vivo: “Água de dentro”

O documentário mostra a negligência no uso das fontes de água e possíveis alternativas para sanar esse problema em São Paulo

Crédito: Divulgação

 

No dia 9 de setembro, foi lançado o segundo episódio da websérie Volume Vivo. Chama-se “Água de dentro”. O filme faz parte de um projeto de pesquisa audiovisual, criado pelos documentaristas Caio Silva Ferraz e Rogério Nunes em 2014,  que pretende mapear as causas e soluções para a crise da água em São Paulo.
Nesse segundo episódio, especialistas, ativistas e administradores públicos falam sobre as possíveis consequências de uma gestão de recursos hídricos que tem como lógica buscar água cada vez mais longe ao mesmo tempo que negligencia as fontes de água próximas (chamadas “águas de dentro”). Segundo eles, essa dinâmica, que existe desde o início da urbanização, leva São Paulo a recorrer a fontes de água em bacias hidrográficas vizinhas, ignorando os conflitos gerados pelas transposições, enquanto os rios e represas de sua própria bacia sofrem com a poluição.
No documentário também são mostradas algumas soluções a partir da utilização da “água de dentro”, como seu tratamento e reuso combinados com captação de água pluviais, entre as saídas apresentadas para minimizar o uso irracional desse precioso líquido nas grandes cidades.
Entre os entrevistados desse episódio estão a responsável pelo programa Rede das Águas da Fundação SOS Mata Atlântica, Malu Ribeiro;  e o professor titular da Universidade de São Paulo (USP), e diretor do Centro Internacional de Referência em Reúso de Água (CIRRA/IRCWR).
Primeiro episódio: “A Negação da Crise”
Assista também ao primeiro episódio da série Volume Vivo: “A Navegação da Crise”. Lançado em abril deste ano, o vídeo narra a resistência do governo paulista em admitir a gravidade da crise hídrica e a falta de transparência ao não informar a população sobre as consequências dos baixos níveis do reservatório Cantareira, responsável pelo fornecimento de água a 49% da população da Grande São Paulo.
A websérie terá cinco episódios no total. O objetivo será chamar a atenção para a necessidade de descentralizar a gestão da água e mostrar a importância da participação da sociedade civil na busca de soluções para o problema.
Leia também: 
Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: