Itinerância da 5ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental acontece em 14 cidades paulistas

Filmes que já mobilizaram público de 23 mil pessoas entre março e junho chegam a 21 unidades do Sesc e diversos espaços culturais, entre 4 a 30/10

Crédito: Divulgação/Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental

 

A Itinerância da 5ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental acontece entre os dias 4 e 30 de outubro em diversos espaços culturais de 14 cidades do Estado de São Paulo. O evento – realizado pela Ecofalante e pelo Sesc São Paulo – traz filmes sobre temas socioambientais da atualidade.  A partir de um programa com 25 títulos, contemporâneos e de diversos países, o público poderá refletir sobre mudanças climáticas, indústria da moda, agricultura familiar, cooperativismo, recursos naturais, especulação imobiliária e muitas outras questões.

As atividades acontecem em 21 unidades do Sesc, da capital, interior e litoral, e 19 outros espaços, entre universidades, espaços públicos e culturais. As cidades que recebem a Itinerância são Bauru, Catanduva, Jundiaí, Monte Alto, Osasco, Piracicaba, Registro, Ribeirão Preto, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São Paulo, Sorocaba e Taubaté.

Destaques
Os filmes são produções da Alemanha, Brasil, Canadá, Colômbia, Espanha, EUA, França, Índia, México, Reino Unido, Venezuela e outros. O Céu e a Geleira (França, 2015), de Luc Jacquet (diretor do aclamado A Marcha dos Pinguins), é um dos destaques do programa. Acompanha o glaciologista Claude Lorius numa viagem pelo ártico e pela história do clima do planeta Terra, registrada no gelo por milhares de anos. Enquanto as pesquisa do cientista provam o aumento desenfreado da temperatura global, nos documentários Isso Muda Tudo (EUA/Canadá, 2015) e O Mercado da Dúvida (EUA, 2014) acompanhamos os bastidores dos chamados “negacionistas do clima”, pessoas contratadas para disseminar dúvidas sobre a existência e causas das mudanças climáticas. Ambos são baseados em livros consagrados: “Tudo Pode Mudar – Capitalismo vs Clima”, de Naomi Klein, e “Merchants of Doubt”, de Erik Conway e Naomi Oreskes.

Da Competição Latino-Americana da 5ª Mostra Ecofalante itineram alguns títulos, promovendo o intercâmbio e divulgação de obras que conversam diretamente com a realidade brasileira. Um deles é Jaci – Sete Pecados de uma Obra Amazônica, vencedor do prêmio de melhor longa pela escolha do júri. A produção da ONG Repórter Brasil acompanha a chegada de 20 mil trabalhadores numa pequena cidade amazônica, para a construção de uma hidrelétrica. O longa vencedor do prêmio de público, Sunú (México, 2015), também faz parte do programa, e fala sobre a produção de milho tradicional, ameaçada pela agricultura extensiva. Dauna: O Que o Rio Leva recebeu menção honrosa do júri e integra a programação da Itinerância. Seca (Brasil, 2015), da cineasta Maria Augusta Ramos, e Isolados (Colômbia/Equador/México, 2015) são outros destaques.

Atividades culturais
Além das exibições serão promovidas atividades inspiradas nos temas dos filmes. No dia 04/10 o Sesc Santo Amaro fará uma sessão especial de Para Onde Foram as Andorinhas? (Brasil, 2015), curta do Instituto Catitu e do Instituto Socioambiental (ISA) no qual os índios do Parque do Xingu contam os efeitos do desmatamento e à sua volta. Será seguida de bate-papo com Jera Giselda Guarani, liderança da aldeia Tenode Porã, e apresentação do Coral Guarani Tenode Porã.

O Sesc Santana programou um passeio de bike no dia 12/10, com saída da Praça dos Ciclistas – Av. Paulista, às 16h, até a unidade na Zona Norte, onde serão exibidos quatro curtas. No Sesc Vila Mariana, a exibição de O Homem do Saco (Brasil, 2015), às 20h do dia 20/10, será acompanhada por um dos diretores, Rafael Halpern. O filme recebeu o prêmio de melhor curta pela escolha do público na Competição Latino-Americana da 5ª Mostra.

No interior, o Sesc Jundiaí promove no dia 11/10 uma oficina de reforma de roupas antes da exibição de O Verdadeiro Preço (EUA, 2015), que expõe o custo humano e ambiental da indústria da moda. O Sesc Ribeirão Preto fará um passeio ao Sítio São João (São Carlos/SP) no sábado, dia 15/10, com atividades de educação ambiental, trilhas ecológicas e recreação (inscrições no site).

Acontecem ainda diversas conversas com especialistas, entre eles Marussia Whately e Paulo Junqueira, do ISA, Mariana Fix, do Instituto de Economia da Unicamp, Marcos Sorrentino, da ESALQ/USP, Rosa Garcia, do departamento de Nutrição e Metabolismo da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto/USP, Guilherme Boulos, da Frente de Resistência Urbana, Sabrina Duran, da ONG Repórter Brasil, Juliana Gatti, fundadora do Instituto Árvores Vivas, e outros.

Além das unidades Sesc recebem sessões da Itinerância o Senac Primavera, Senac Osasco, EACH-USP, ESALQ-USP, Unimonte, Unitau, Uniso, Unesp – Campus Sorocaba, UFSCar, Instituto Federal de Catanduva, Universidade do Sagrado Coração, UFABC – Campus Santo André e Universidade Metodista – Campus São Bernardo. Recebem ainda a Itinerância da Mostra o Instituto Pombas Urbanas, Centro Comunitário Tamarutaca, Casa da Lagartixa Preta, Casa de Cultura de Ibirá, Anfiteatro Municipal de Monte Alto e Cine Arte Posto 4.

Realizadores e apoiadores
A 5ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental é uma realização da ONG Ecofalante e do Programa de Apoio à Cultura (ProAC) do Governo do Estado de São Paulo, com patrocínio da White Martins e da Reciclo Pepsico e correalização da Secretaria de Cultura da Prefeitura de São Paulo e pela Spcine. A Mostra tem apoio institucional do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), Embaixada da França no Brasil, Institut Français, La Cinémathéque Française, Le Monde Diplomatique Brasil, Escola do Parlamento da Câmara Municipal de São Paulo, São Paulo Turismo (SPTuris), Observatório do Clima, SOS Mata Atlântica, Greenpeace, Instituto Socioambiental (ISA), Grupo de Institutos Fundações e Empresas (GIFE), Instituto Democracia e Sustentabilidade (IDS), Instituto de Energia e Ambiente (IEE)/USP, Fábricas de Cultura (Poiesis e Catavento), Rede Nossa São Paulo, Instituto Envolverde, Revista Piauí, Catraca Livre, Rádio Eldorado, Conexão Planeta e Horizonte Educação e Comunicação.

Toda a programação é gratuita e pode ser conferida nos sites www.ecofalante.org.br/mostra e www.sescsp.org.br/ecofalante2016, no canal do Youtube (bit.ly/MostraEco) e nas redes sociais: Facebook (facebook.com/mostraecofalante), Twitter (@MostraEco).

 

Leia mais:

5ª Mostra Ecofalante traz mais 100 filmes e debates sobre cinema ambiental

Mostra Ecofalante de Cinema: confira a programação da quarta edição

Confira a programação da 3a Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental

2ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental é realizada em São Paulo

1ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental propõe reflexão sobre meio ambiente

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: