Instituto Akatu comemora resultados em 2001 e anuncia novidades

Nesse primeiro período de funcionamento, o projeto conseguiu levantar a bandeira de que todo cidadão é também responsável por aquilo que consome

Nossa maior conquista em 2001 foi ter inserido no Brasil o conceito de consumo consciente`. Dessa forma, Helio Mattar, resumiu o sucesso dos primeiros nove meses do Akatu.net, iniciativa pioneira que inaugurou uma nova relação do papel cidadão do consumidor com as empresas.

O portal, que foi lançado dia 15 de março, Dia do Consumidor, é uma iniciativa do Instituto Ethos e conta com o Instituto Akatu, entidade criada para implementar o projeto do portal, do qual Mattar é presidente. No endereço www.akatu.org.br os visitantes encontram dicas e informações que motivam o consumidor a fazer do ato de compra, um instrumento de reconhecimento e incentivo para induzir a responsabilidade social das empresas.

Segundo Mattar, nesse primeiro período de funcionamento o projeto conseguiu levantar uma bandeira: a de que todo o cidadão é também responsável por aquilo que consome. Isso significa que, para alcançar o consumo consciente, o cidadão leva em consideração no momento da compra e da pós-compra os efeitos que o produto em questão gera na economia, no meio ambiente, na produção, ou seja, se é prejudicial a saúde dos funcionários que o fabricam e na relação da empresa com entidades e causas sociais.

`O projeto, apesar do pouco tempo de funcionamento, conseguiu uma grande vitória – inaugurou uma nova etapa na relação das pessoas com as empresas e levou os veículos de comunicação a divulgarem o conceito de consumo consciente`, disse Mattar.

Os próximos passos do Akatu já começam a ser implantados ainda este ano com o relançamento do site no dia 29 de dezembro. Segundo Mattar, a nova proposta é trabalhar a interatividade dos internautas de forma segmentada. O site será dividido em três partes: conheça – idéias que mudam o mundo;

construa – participe da sua comunidade e, pratique – ações que mudam o mundo. Para a elaboração de cada uma dessas partes foram ouvidos especialistas que reuniram informações sobre os tópicos: água, energia, transporte, alimentos, lixo entre outros e o contexto desses itens no planeta e no Brasil, além de serem apontados os benefícios que os gestos cotidianos no plano individual e coletivo podem trazer a todo o mundo.

Para o próximo ano, estão sendo organizadas campanhas junto a escolas, grupos de escoteiros e bandeirantes e empresas para discutir as iniciativas particulares e conjuntas que podem fazer a diferença na busca pela solução dos mais diversos problemas sociais e ecológicos do planeta. Essas visitas fazem parte da campanha `Sou mais nós`, que tem como lema `Um por todos e todos por todos`, que pretende desenvolver a consciência da comunidade nos grandes esforços pela construção de um mundo melhor.

Entre as outras propostas para 2002 está a organização, ainda no primeiro semestre, de um banco de dados contendo informações sobre a responsabilidade social das 500 maiores empresa do Brasil. Essa iniciativa conta com a parceria da revista Exame e é baseada no Guia de Boa Cidadania Corporativa.

`Acredito que o Instituto Akatu está cumprindo o seu papel. Somos, o que chamamos de outro lado da moeda do Instituto Ethos. Eles ajudam as empresas a desenvolver práticas de responsabilidade social e nós, por outro lado, ajudamos as pessoas a reconhecer essas práticas`, finalizou Mattar.

Se você quiser seguir o Akatu no twitter, clique aqui

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: