Huffington Post faz campanha contra o desperdício de alimentos

A ideia é recuperar o poder dos cidadãos para conduzir uma mudança real na sociedade e recuperar o amor pela comida

 

O agregador de notícias Huffington Post lançou uma campanha para chamar atenção para o desperdício de alimentos. A campanha foi chamada de “Reclaim”, que significa “recuperar” o que foi perdido. Segundo o veículo, o significado é dúbio: a ideia é recuperar o poder dos cidadãos para conduzir uma mudança real na sociedade e recuperar o amor pela comida.

Um terço dos alimentos produzidos vai parar no lixo, segundo a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), enquanto cerca 800 milhões de pessoas não consome comida suficiente para ter uma vida ativa com saúde.

O desperdício de alimentos também tem participação no problema das Mudanças Climáticas: 3,3 bilhões de gases de efeito estufa são emitidos por conta disso no mundo, de acordo com a FAO. Para produzir esses alimentos que não são aproveitados, são usados mais de um quarto da terra cultivável no mundo.

“Após anos de inatividade, governos, instituições e indivíduos estão finalmente acordando para esse desafio e começando a tomar atitudes”, declarou o Huffington Post, em seu comunicado de lançamento da campanha Reclaim. No ano passado, 193 países assinaram os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, que incluem o compromisso de diminuir pela metade o desperdício per capita do varejo e do consumidor final em 14 anos, além de reduzir as perdas nas cadeias de produção e fornecimento, incluindo as perdas após a colheita.

No início do ano, a França foi o primeiro país do mundo a proibir os supermercados a jogar no lixo os alimentos não vendidos. A lei foi aprovada por unanimidade pelo Senado Francês. Produtos que se aproximam do prazo final de validade devem ser doados a instituições de caridade e centros de redistribuição de alimentos para desempregados ou sem-teto.

Em março, a rede de supermercados Tesco começou a vender, em 200 lojas, vegetais “feios”, em um projeto chamado “Perfectly Imperfect” (Perfeitamente Imperfeito). A empresa também anunciou que iria destinar toda a comida não vendida para a caridade até o fim de 2017.

O Huffington Post, em parceria com a plataforma de petições Change.org e a organização EndFoodWaste.org, está coletando assinaturas com objetivo de encorajar a rede de supermercados Walmart a vender frutas e vegetais “imperfeitos”. (Clique aqui para assinar a petição)

“A razão do foco no Walmart  é que a rede já é líder no movimento de sustentabilidade das empresas e acreditamos que eles desejam fazer a coisa certa. O que eles precisam é algum encorajamento, percebendo que os consumidores se importam com isso”, afirmou o Huffington Post no comunicado.

Assista ao vídeo da campanha Reclaim, do Huffington Post:

 

 

Leia mais:

Edukatu lança animação que estimula o combate ao desperdício de alimentos

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: