Helio Mattar, do Akatu, e Marina Person conversam sobre consumo consciente

Bate-papo faz parte da séria “Encontros” do jornal “O Estado de S. Paulo” e da Livraria Cultura, é grátis, é na hora do almoço, é no Conjunto Nacional

O consumo consciente estará no cardápio do almoço de amanhã, a partir do meio dia, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, em São Paulo. O diretor-presidente do Instituto Akatu pelo Consumo Consciente, Helio Mattar, e a cineasta e apresentadora de TV Marina Person comandam um bate-papo sobre estilos de vida, felicidade e consumo, excessos, desperdícios, dicas e alternativas. O mediador será o jornalista Leandro Quintanilha, colunista do caderno Planeta do Estadão. A entrada é franca, e o Conjunto Nacional fica ao lado do metrô Consolação na av. Paulista.

“Nosso modelo de consumo e produção hoje já consome 50% a mais do que a Terra consegue repor e absorver. E apenas 16% da humanidade consomem 78% desses recursos. Portanto, vivemos num padrão de insustentabilidade. Talvez porque as pessoas passaram a confundir consumo com felicidade”, diz Helio Mattar.

“Vale alertar que, se todas as pessoas do planeta consumirem como a sociedade americana, precisaremos de seis planetas. Chique mesmo é ser sustentável”, completa Mattar.

Marina Person é muito chique, porque é um exemplo de consumidora consciente. Ela é síndica de seu prédio. Além dos cuidados em seu próprio apartamento, ela conseguiu, no edifício, entre outras coisas implantar um projeto de coleta seletiva e evitar que a limpeza das calçadas fosse feita com água corrente.

 

Outros temas

Na quarta-feira (10/08), o professor da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) Daniel Bandoni e o chef do restaurante Dois Cozinha Contemporânea, Daniel Broide, discutiram alimentação sustentável.

Hoje, quinta-feira (11/08), a ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva falou sobre Código Florestal.

 

Siga no twitter
Curta no facebook

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: