Fundação Itaú Social fornece kit de criação de textos para professores

Contribuir para o desenvolvimento das habilidades de leitura e escrita de alunos da 4ª e 5ª séries do ensino fundamental de escolas públicas. Este é…

Contribuir para o desenvolvimento das habilidades de leitura e escrita de alunos da 4ª e 5ª séries do ensino fundamental de escolas públicas. Este é o objetivo do prêmio "Escrevendo o Futuro", realizado pela Fundação Itaú Social – parceiro estratégico do Akatu – e que recebe inscrições até 23 de maio. Os professores que se inscreverem ganham o Kit Itaú de Criação de Texto, que serve de suporte para as oficinas de texto.

"Nós buscamos dar os instrumentos necessários para que os professores possam fazer trabalhos mais consistentes com seus alunos", afirma a superintendente da fundação, Ana Beatriz Patrício.

O Kit é composto por três fascículos, cada um direcionando as atividades para o trabalho com um gênero textual específico. Ao final do processo de formação, o programa premia nacionalmente os textos produzidos pelos alunos nas oficinas.

A 3ª edição do "Escrevendo o Futuro", que é realizado nos anos pares, tem como tema "O lugar onde vivo", abordado por três gêneros de escrita: poesia, artigo de opinião e memórias. O prêmio se divide em quatro etapas.

Na primeirafase, os textos dos alunos serão julgados por uma comissão local, composta pelas escolas e por membros das comunidades. Na segunda, três textos, um de cada gênero, serão escolhidos por estado. Na terceira etapa, serão realizadas oficinas com os semifinalistas e seus professores. Nesse momento serão definidos os 21 finalistas, dos quais três serão os vencedores.

Inscrições para o prêmio "Escrevendo o Futuro" podem ser feitas pela internet.

Ação educativa valorizada

Ações educativas estão entre as mais valorizadas pelo consumidor. Na pesquisa "Responsabilidade Social das Empresas – Percepção do Consumidor Brasileiro", realizada em 2004 pelo Akatu e pelo Instituto Ethos, 23% dos consumidores responderam que gostariam que as grandes empresas atuassem na área de "educação e treinamento" para ajudar a melhorar a sua comunidade. Somente a área de "saúde humana" a superou, com 25%.

O consumidor consciente pode agir em benefício da sociedade por meio de suas escolhas. Ao valorizar empresas socialmente responsáveis, o cidadão estará, ao mesmo tempo, reconhecendo ações positivas e incentivando essa postura em outras instituições.

Se você quiser seguir o Akatu no Twitter, clique aqui.

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: