Férias: como professores podem incentivar o consumo consciente dos alunos neste período

Confira as dicas de como aproveitar sem esquecer o aprendizado do ano?

Foto: Creative Commons/Cefor

 

Após o trabalho sobre sustentabilidade e consumo consciente realizado no ano letivo escolar, é importante manter o contato ou dar opções de atividades para os alunos realizarem durante o período sem aulas. O Edukatu, rede de aprendizagem para consumo consciente promovida pelo Instituto Akatu em correalização com a Braskem, traz algumas sugestões. “Nas férias o professor pode incentivar seus alunos por meio do Edukatu e também das redes sociais, com dicas de lazer. Trocar o shopping pelo parque e levar de lanche, para seus passeios, frutas ao invés de comida industrializada são algumas delas”, afirma Silvia Sá, Gerente de Educação do Instituto Akatu.

Muitas vezes também os alunos mudam de escola ou não terão mais aulas com o mesmo professor. Por isso, é essencial dar continuidade a este trabalho de alguma forma, como faz o professor Alexinaldo Lima Santos, da Rede Sesi Bahia, unidade Itapagipe, que participou do desafio regional do Edukatu, “A Natureza das Coisas”, em Salvador. Conhecido como Alex, ele fala que a melhor maneira que encontrou foi continuar reforçando as orientações de todo o ano. “Dou sugestões de locais adequados, em relação ao meio ambiente, para os alunos passearem. Mas depois do que foi trabalhado durante o ano, acredito que em qualquer lugar que o aluno esteja, ele vai reconhecer a necessidade de proteção ao meio ambiente e consumir apenas o necessário. Falo para eles evitarem excessos e pensarem antes se uma ação vai gerar algum tipo de impacto”, conta o professor.

Com o auxílio do Edukatu, também é possível continuar com estas atividades. Filmes, livros e vídeos, que fazem parte das dicas dos planos de aula, por exemplo, podem ser utilizados pelos alunos em suas casas, na lan house ou na casa de amigos e familiares. Também uma ótima opção para discutir sobre o assunto de forma mais autônoma e ainda levar o tema para o seu convívio. Para Alex, “Esta autonomia é essencial. Costumo mostrar o caminho para o aluno ter a possibilidade de criar. Mesmo quando a atividade é proposta de uma forma, sempre abro possibilidades. Durante as férias, estimulo a autonomia ainda mais”.

Os professores podem ainda perguntar o que os alunos estão fazendo durante as férias e estimular a criação de um diário virtual. Eles podem, por exemplo, postar sobre suas atividades dentro do Edukatu e ainda compartilhar com os amigos do Facebook. O que auxilia também na percepção de que, mesmo para quem não vai viajar, as férias são ótimas para participar de atividades no seu bairro e em sua casa.

Outra dica é perguntar para os alunos que atividade relacionada à sustentabilidade eles mais gostaram de realizar neste último ano. Com esta retrospectiva, eles podem relembrar conceitos importantes debatidos em sala de aula.  Além desta interação, os professores também podem aproveitar as férias para navegar pela rede e começar o planejamento do ano que vem. “Já estou pensando em janeiro e em como inserir os planos de aula do Edukatu no planejamento do próximo ano”, conclui o professor Alex.

[AINDA NÃO CONHECE O EDUKATU? CLIQUE AQUI PARA CONHECER!]

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: