Evite os ‘micos’ no Feirão da Casa Própria

Primeiras vendas movimentaram mais de R$ 4,5 bilhões em três dias; mais oito municípios receberão o evento entre os dias 20 de maio e 12 de junho

 

O Feirão da Casa Própria movimentou mais de R$ 4,5 bilhões nos primeiros três dias. O número é o total de contratos fechados ou encaminhados nos eventos ocorridos nas cidades de São Paulo (SP), Salvador (BA), Fortaleza (CE), Curitiba (PR) e Uberlândia (MG) entre os dias 13 e 15 de maio. O evento recebeu cerca de 182 mil visitantes nas quatro cidades.

No próximo fim de semana, entre os dias 20 e 22 de maio, a Feira vai escalar mais seis cidades: Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Campinas (SP), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ) e Porto Alegre (RS). Em Belém (PA) o evento ocorre de 3 a 5 de junho. Florianópolis (SC) encerra o feirão, no período de 10 a 12 de junho. Ao todo, a Caixa colocou à venda 450 mil imóveis nas 13 cidades no seu Feirão da Casa Própria anual.

Diante de tantas opções, a tentação da compra por impulso pode ser grande, o que pode trazer dores de cabeça depois.

Dívidas anteriores, imóveis danificados, condomínio atrasado, imóveis ocupados e demora da entrega de unidades em construção são alguns dos problemas que podem assombrar quem compra imóveis às pressas e sem a devida pesquisa.

Para evitar esse tipo de situação, o Instituto Brasileiro de Estudo e Defesa das Relações de Consumo (Ibedec) elaborou algumas dicas. Para o “sonho da casa própria” não virar pesadelo, vale dar uma olhada antes. Veja aqui.

Para acessar os manuais do Ibedec que orientam o consumidor sobre as questões relacionadas à compra e venda de imóveis, clique aqui.

Segundo a Caixa, o evento contará com cerca de 700 construtoras e mais de 500 imobiliárias.

De acordo com a Caixa, na edição do ano passado, mais de 576 mil pessoas visitaram os feirões. Foram assinados e encaminhados 93 mil negócios, o equivalente a mais de R$ 8,4 bilhões.

No primeiro trimestre de 2011, a Caixa assinou 226.381 contratos habitacionais, totalizando R$ 14,7 bilhões em financiamentos. O banco registrou uma média de R$ 236,6 milhões e 3.651 contratos de financiamento ao dia, sendo que 50% das famílias beneficiadas têm renda até dez salários mínimos.

Para imóveis novos, foram destinados 56% de todo o montante contratado no período, o que corresponde a R$ 8,1 bilhões. Na nova versão do programa Minha Casa, Minha Vida liberados aproximadamente R$ 4,6 bilhões em financiamentos, propiciando a construção de 64.422 unidades habitacionais, a maioria das moradias para pessoas na faixa de renda até seis salários mínimos.

As linhas de financiamento para a casa própria da Caixa atendem a todas as faixas de renda familiar, com prazo de pagamento até 30 anos. Os juros podem variar de 4,5% a 13,5% ao ano, mais a Taxa Referencial (TR).

Veja os endereços dos feirões nas 13 cidades que vão receber o evento:

De 20 a 22 de maio

De 3 a 5 de junho

De 10 a 12 de junho

Se você quiser seguir o Akatu no twitter, clique aqui.

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: