Especial de Fim de Ano: seja consciente em suas escolhas após as comemorações

Depois do Natal, ficam disponíveis as embalagens de presente, os itens de decoração, os restos da ceia e até presentes que queremos trocar. O Akatu preparou algumas dicas para estimular decisões mais conscientes sobre esses itens

Arte: Flávia Fernandes

Depois da ceia de Natal é hora de fazer a destinação correta do que sobrou de comida, das embalagens de presentes, dos itens de decoração e enfeites. Por mais comum que isso possa parecer, muitas pessoas ainda ficam em dúvida sobre o que fazer com todas essas “sobras”. É bom lembrar que o consumo consciente durante esta época do ano pode ocorrer não apenas antes do Natal, mas também depois da ceia e da troca de presentes.

Confira as dicas que o Akatu preparou para você tomar atitudes mais conscientes após os festejos de fim de ano:

Reaproveite as sobras

  •            Como dificilmente consumimos 100% do que é servido durante a ceia de Natal, garanta que todos os familiares e amigos levem um pouco de comida para as suas casas, seja para consumi-las no dia seguinte ou para congelá-las.

 

  •            Aproveite a sua criatividade e crie um prato novo a partir das sobras. Se sobrou fruta, você pode fazer uma salada de frutas, um suco ou uma sobremesa, por exemplo. A carne cozida pode ser fatiada e ganhar um molho diferente para rechear um sanduíche. Se ainda assim não houver tempo de criar algo novo, congele os pratos para que eles sejam consumidos posteriormente.

 

  •            Que tal reunir os convidados para uma segunda celebração no almoço do dia 25? Muitas famílias já adotam essa tradição consciente de comer as sobras no dia seguinte à ceia.

 

Presentes e enfeites: o que fazer depois das comemorações?

  •            Os itens de decoração usados para enfeitar o seu Natal podem ser reaproveitados no ano seguinte. Não apenas os enfeites da árvore, mas também os enfeites de mesa e até embrulhos e etiquetas que não foram rasgados. Nesse sentido, vale reforçar a importância de, ao invés de embalar os seus presentes em caixas embrulhadas com papel, compre sacos ou sacolas que possam ser reaproveitados em outras épocas do ano.

 

  •            Para não acumular mais roupas do que você precisa ou, no caso das crianças, mais brinquedos do que elas realmente usam, faça uma regra em que, a cada item recebido, você doa o item antigo equivalente para alguma instituição ou morador de rua. Dessa forma, evitamos o acúmulo de peças no armário e ainda ajudamos outras pessoas que precisam de uma roupa ou de um brinquedo, por exemplo.

 

  •            Se você ganhou um presente e não gostou, troque ou doe, mas não deixe o objeto parado em sua casa e sem uso. Garanta que você leve o seu presente para trocar dentro do prazo estabelecido pela etiqueta. E se você sentir que é algo que uma outra pessoa possa fazer maior proveito, doe.

 

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: