Entregue seu resíduo reciclável na feira!

Projeto Feira + Sustentável coloca Pontos de Entrega Voluntária (PEVs) de materiais recicláveis e óleo de cozinha em seis feiras de São Paulo.

 

Desde setembro, seis feiras livres de São Paulo participam da Feira + Sustentável, projeto piloto que institui nelas Pontos de Entrega Voluntária (PEVs) de materiais recicláveis, incluindo o óleo de cozinha usado.

Ao procurar pela barraca identificada como PEV e fazer a entrega dos resíduos, qualquer pessoa ganha um brinde, que pode ser uma ecobag, uma muda de tempero ou um sabão ecológico. Além disso, é possível participar da programação de oficinas, realizadas pela prefeitura para atrair a atenção da população para o tema do descarte correto de resíduos e a reciclagem. A ação vai até 10 de outubro.

Na semana de inauguração do projeto, foram contabilizados 750 kg de materiais recicláveis (como alumínio, papelão e até coco triturado, entre outros), 270 kg de vidro, 12 kg de pilhas e baterias e 280 litros de óleo de cozinha usado. Além desses materiais, você pode levar também plástico, alumínio e papel. A iniciativa foi criada pela supervisão Geral de Abastecimento (ABAST) da Prefeitura de São Paulo e conta com a participação da CICLA, empresa que tem como objetivo a difusão de formas eficientes para diminuição da geração de resíduos e aumento das taxas de reciclagem. Um de seus projetos é o Eu Óleo pelo Futuro.

Confira a lista de feiras participantes:

– 3ª feira: Rua Bartolomeu Bueno (Vila Anastácio)
– 4ª feira: Rua Caiowaa (Sumarezinho)
– 5ª feira: Rua dos Andradas (Centro)
– 6ª feira: Rua Ministro Ferreira Alves (Vila Pompéia)
– Sábado: Rua Barão do Bananal (Vila Pompéia)
– Domingo: Rua Fábia (Lapa)

As localizações das feiras também estão disponíveis neste mapa.

Consumo consciente vai além do descarte de lixo
Iniciativas como o projeto Feiras + Sustentáveis são fundamentais para conscientizar a população sobre a destinação correta dos resíduos, a última etapa do consumo consciente. Reciclar é importante, pois se reaproveita as matérias primas, economizando energia e água no processo, mas vale lembrar que só isso não basta. É essencial tentar reduzir o volume de resíduos descartados. Uma maneira de expressar essa orientação é que “o melhor resíduo é aquele que não é gerado”. Veja aqui algumas de nossas dicas para colocar essa ideia em prática. Faça a diferença!

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: