Empoderamento feminino reforça desenvolvimento verdadeiramente inclusivo e sustentável, avalia ONU

Em evento em Viena, Fórum de Energia lembra que pobreza energética atinge mulheres desproporcionalmente. Maior participação das mulheres em processos decisórios pode ajudar

Uma das principais mensagens do Fórum de Energia de Viena 2015 (VEF) é que a energia sustentável e o empoderamento das mulheres reforçam mutuamente os objetivos que são essenciais para o desenvolvimento verdadeiramente inclusivo e sustentável.

Durante os três dias do encontro, entre 18 e 20 de junho, a energia sustentável foi reconhecida como uma valiosa conexão que liga a agenda de desenvolvimento sustentável com a ação climática e houve consenso de que a igualdade de gênero deve ser o que entrelaça todos os componentes mais fortes.

A Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (ONUDI) apoiou o evento e reafirmou seu forte compromisso e de seus parceiros para a integração do gênero em todas as iniciativas de energia. Além disso, reiterou o papel de catalisador das mulheres na produção e consumo de energia sustentável.

O documento final do VEF relata que a pobreza energética atinge mulheres desproporcionalmente devido à dependência doméstica sobre os biocombustíveis, os papéis de gênero tradicionais e os problemas de saúde relacionados à questão. Evidências mostram que o acesso à energia sustentável pode fornecer oportunidades para empoderamento econômico das mulheres e avanço na igualdade de gênero.

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: