Efeito estufa pode transformar Amazônia em cerrado

Conferência realizada no Reino Unido prevê série de desastres naturais se o aquecimento global não foi revertido

Comentário Akatu: É essencial que todas as pessoas tomem consciência da ameaça à vida que o aquecimento global representa. O Protocolo de Kyoto é apenas um primeiro passo para tentar conter o aumento da temperatura; medidas adicionais devem ser cobradas pela sociedade.

A Amazônia pode deixar de ser uma floresta tropical para se transformar em cerrado, devido ao aquecimento global, em pouco mais de 50 anos. A possível mudança de padrão foi observada na conferência “Avoiding Dangerous Climate Change” (Evitando uma Perigosa Mudança Climática), realizada no início deste mês em Exeter, no Reino Unido.

O aquecimento global foi o principal ponto de discussão na conferência. Entre outros riscos apontados durante o evento, estão o desaparecimento de cidades costeiras, devido ao degelo das calotas polares e a redução da produtividade agrícola, aumentando a fome no mundo. Espécies animais e vegetais podem ser ameaçadas de extinção, se a temperatura global subir em 1ºC, 2ºC ou 3ºC em algumas décadas.

Se as previsões dos cientistas se confirmarem, até o final deste século cerca de 3,3 bilhões de pessoas estarão vivendo em áreas inadequadas para a agricultura, e não só animais polares como determinadas espécies de ursos, raposas e corujas morreriam em massa, mas também sapos, aranhas, lagartos e besouros, entre outros. A morte maciça de corais também inviabilizaria boa parte da água para o consumo.

Mesmo com todo o alarme, o conselheiro econômico do presidente russo Vladimir Putin, Andrei Illarionov, questionou as projeções apresentadas na conferência e afirmou que a Rússia ratificou o Protocolo de Kyoto porque “gostamos de ser amigos da Europa, e não porque acreditamos na ciência ou na mudança do clima”. Illarionov ainda declarou que as pessoas gostam do calor, “por isso os europeus vão para o Sul nos feriados. Quem estiver com medo do aquecimento global é bem-vindo para vir morar na Sibéria”.

Se você quiser seguir o Akatu no twitter, clique aqui

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: