Edukatu lança Desafio “De onde vêm as coisas?”

Proposta da campanha on-line é estimular alunos e professores a analisar a origem dos objetos e os impactos ambientais de sua produção e consumo

 

O Edukatu – Rede de Aprendizagem para o Consumo Consciente – lança hoje um desafio on-line, promovido pelo Instituto Akatu em correalização com a Braskem, para estimular discussões nas comunidades escolares sobre o consumo consciente e o ciclo de vida dos produtos a partir de objetos do seu cotidiano. O Desafio “De onde vêm as coisas?”, que vai até 06 de junho, premiará as equipes em que mais pessoas completarem ao menos um percurso do Circuito Natureza e cumprirem os desafios propostos durante a campanha.

A ideia é que as atividades do Desafio orientem os participantes a ponderar os impactos desde a produção até o uso e descarte dos utensílios do seu dia a dia, além de estimulá-los a mapear como o material plástico está presente nesses produtos. Assim, possibilita o aprendizado sobre uma série de questões relacionadas a consumo consciente e sustentabilidade, como reciclagem, água virtual e emissão de gases de efeito estufa, e ainda ajuda os participantes a mobilizar mais pessoas para reduzir o uso e, principalmente, o desperdício de recursos naturais.

“Entender o ciclo de vida dos produtos ajuda os alunos a entender melhor a complexidade presente em um simples ato de consumo e amplia o entendimento de questões atuais de nossa sociedade, como aquecimento global, escassez de recursos e a implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos”, afirma Silvia Sá, Gerente de Educação do Instituto Akatu.

O projeto ainda contempla maior esclarecimento dos consumidores, oferecendo conteúdo para a formação da opinião pública. “A expectativa é de que o estímulo a pensar sobre todas as etapas associadas a produção, uso e descarte responderá ainda a indagação: o que aconteceria se os produtos não fossem feitos de plástico?”, detalha Andre Leal, Líder de Responsabilidade Social da Braskem. “A educação é o caminho por meio do qual as pessoas desenvolvem ferramentas para avaliar melhor suas escolhas e tomar suas decisões”, conclui.

Para participar, as equipes precisam fazer parte do Edukatu: um professor interessado cria seu perfil e cadastra o projeto da equipe, além de ler as regras do edital e inscrever a escola no desafio. Em seguida, esse mesmo professor convida seus alunos e outros professores da escola para sua equipe e libera a navegação pelo Circuito Natureza e seus percursos: Terra, Água e Ar.

Os participantes de cada equipe devem realizar todas as atividades de ao menos um dos percursos, registrando seu envolvimento por meio de relato escrito, material fotográfico e audiovisual. Cada percurso consiste em uma sequência de atividades a serem realizadas ora individualmente, ora em equipe, e envolve, entre outros, reflexões sobre materiais informativos, pesquisas, produção de textos e desenhos, contato com profissionais ou atores sociais, planejamento e realização de campanhas.

Para selecionar a escola vencedora, serão avaliadas a qualidade e diversidade do material produzido pela equipe nas atividades propostas. A quantidade de participantes que concluírem um dos percursos e a relação entre o total de alunos da escola e o número deles envolvido na equipe também serão consideradas. A escola que vencer o Desafio será contemplada com a visita da equipe do Edukatu, a produção de uma videorreportagem sobre o trabalho realizado e equipamentos de informática como tablets e câmeras fotográficas digitais. Segundo e terceiro colocados também receberão prêmios.

 

 

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: