É brasileira a primeira rede global com foco em preservação ambiental

Trata-se do site informativo Catraca Verde, plataforma online que divulga espetáculos e outras atividades gratuitas realizados em praças, parques e ruas da capital

Moradores da cidade de São Paulo contam desde a passada segunda-feira (12/7), com mais uma ferramenta para não serem surpreendidos ou até mesmo perder aquele espetáculo gratuito realizado bem ali na pracinha ou parque, pertinho de casa. Trata-se do site informativo Catraca Verde, plataforma online que divulga espetáculos e outras atividades gratuitas realizados em praças, parques e ruas da capital.

“Queremos colocar o cidadão em contato com o meio ambiente. Trazê-lo para o ar-livre, fazer com que ele explore a natureza se expondo ao sol, ao céu, ao vento”, explica Tais Lucilio, da Amapá Sustentabilidade Criativa, empresa idealizadora do projeto.

Segundo a Amapá, além de informar o cidadão sobre o que acontece nas áreas verdades da sua cidade, o Catraca Verde quer fazer o cidadão “entender, praticar e difundir sua relação com o meio ambiente, transformando-o em um cidadão ambientalmente responsável, capaz de exigir aos governantes a manutenção e o aumento desses espaços”.

Para isso o site vai disponibilizar matérias jornalísticas de educação ambiental, abordando temas como reflorestamento urbano, transportes alternativos e boas práticas urbanas como o descarte correto do lixo em áreas públicas.

Lançado inicialmente com programação apenas para São Paulo, o Catraca Verde pretende informar sobre eventos realizados ao ar livre em todo o Brasil. “Nossa plataforma de trabalho já foi arquitetada para cobrir todo o Brasil, mas decidimos começar por São Paulo por ser a maior cidade do país e com farta programação”, explica Tais.

A cidade de São Paulo possui 76 parques (67 municipais e nove estaduais). Segundo a Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente da Prefeitura de São Paulo (SVMA), considerando apenas os parques municipais. Atualmente a cidade possui 24 milhões de m² de área verde e esse espaço deve crescer para 50 milhões de m² até 2012, fruto do projeto 100 Parques para São Paulo.

Ainda segundo a SVMA, 40% do território da cidade é composto por vegetação (parques, ruas arborizadas, vegetação nativa, etc.), o que significa 58 m² de área verde por habitante paulistano.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que o espaço verde seja de no mínimo 12 m² por habitante.

Se você quiser seguir o Akatu no Twitter, clique aqui.

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: