Duas estações do metrô em São Paulo ganham máquinas de reciclagem de latas e garrafas

Os aparelhos estão instalados nas estações Faria Lima e Pinheiros da Linha 4-Amarela do Metrô. Garrafas e latas valem descontos no Bilhete Único e na conta de luz

Crédito: Divulgação

 

As estações Faria Lima e Pinheiros da Linha 4-Amarela do metrô de São Paulo agora têm máquinas de reciclagem de latinhas de alumínio e de garrafas plásticas. O sistema faz parte do Retorna Machine, programa da empresa Triciclo. Todos os resíduos coletados serão destinados à ONG Vira-Lata – organização que, desde 2001, tira da da informalidade catadores que trabalhavam nas ruas ou em lixões.

Os usuários do metrô que depositarem os materiais recicláveis nas máquinas ganharão créditos em seus Bilhetes Únicos e na conta de luz. Para descartar as embalagens, o consumidor precisa acessar o terminal da máquina e criar um perfil com nome de usuário, e-mail e senha. Cada pessoa cadastrada pode descartar até dez embalagens por dia, que podem ser latinhas e garrafas plásticas de 350 ml até 2,5 litros.

Para que o sistema de coleta funcione, é preciso que os objetos descartados tenham código de barras, para que a máquina possa fazer a contagem e atribuir os pontos que ficarão armazenados na conta do usuário. O participante poderá resgatar esses pontos para crédito no Bilhete Único ou na conta de luz quando quiser.

Como funciona a pontuação? Uma latinha vale 15 pontos, e qualquer tamanho de garrafa plástica rende 10 pontos. A cada 20 pontos, o usuário obtém R$ 0,07 de crédito no Bilhete Único. A própria máquina executa a recarga do cartão. No caso da conta de luz, para conseguir um abatimento de R$ 0,27, serão necessários 100 pontos.

O gerenciamento dos resíduos é um dos grandes problemas ambientais das cidades de grande porte, como São Paulo. Iniciativas que reduzem o descarte inapropriado de lixo devem ser implantadas, como a do Retorna Machine no metrô de São Paulo. O consumidor deve fazer o possível para evitar a geração desnecessária de detritos, lembrando sempre dos três “R”: reduzir, reaproveitar e reciclar.

 

Leia também:

Máquina troca resíduos recicláveis por vale-transporte em terminal do Rio

Taxa de geração de lixo é cinco vezes maior que taxa de crescimento da população brasileira

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: