Cuidado com as finanças é fundamental principalmente no fim de ano

Akatu preparou dicas para que o consumidor cuide do bolso e contribua para seu bem-estar e a sustentabilidade da humanidade no planeta

O consumo consciente é importante sempre, mas nas festas de fim de ano a preocupação deve ser redobrada, principalmente com relação ao consumo consciente do dinheiro e do crédito. O fim de ano é um dos períodos em que o consumidor mais entra no “vermelho” por gastar além do que pode. E no início do ano, além das dívidas contraídas nas festas natalinas, existem ainda gastos como IPVA, IPTU, matrícula escolar, entre outros. Por isso, é importante fazer uma reserva financeira, para evitar começar 2007 devendo.

“Especialmente no fim de ano, as pessoas precisam equilibrar suas emoções com as sua real possibilidade de consumir. Além disso, é importante avaliar o impacto que seu consumo terá sobre as relações sociais, a natureza, a economia e sobre a própria pessoa, buscando maximizar os impactos positivos e minimizar os negativos. Adicionalmente, é preciso planejar as compras de acordo com a possibilidade ditada pelo orçamento familiar, de modo a evitar problemas de endividamento”, afirma o diretor-presidente do Instituto Akatu, Helio Mattar.

Pensando nos impulsos de consumo que permeiam o Natal e Ano Novo, o Instituto Akatu preparou dicas para que os consumidores cuidem do bolso neste fim de ano e comecem 2007 com o pé direito:

  • Não compre por impulso. Planeje suas compras e, com isso, não estoure seu orçamento.
  • Lembre-se que não existe pagamento parcelado sem juros. Os juros já estão embutidos no preço à vista. Portanto, quando comprar à vista, exija um desconto.
  • Pesquise sempre mais de uma alternativa antes de comprar. Avalie o custo-benefício do produto que você está comprando, não só para quem é diretamente beneficiado, mas também para a sociedade, a economia e o meio ambiente.
  • Não gaste seu dinheiro à toa. Procure poupar ao menos parte de seu 13º salário. Devemos poupar sempre, buscando investimentos em instituições e fundos que busquem a responsabilidade social e ambiental. Agindo assim, usamos a poupança para criar oportunidades para nós e para todos os demais.
  • O fim de ano é um dos períodos em que o consumidor mais entra no vermelho, por gastar além do que pode. Faça uma reserva de recursos para os pagamentos de início de ano, como IPVA, IPTU, matrícula escolar, entre outros.
  • Evite viagens não programadas no final de ano. Opte por fazer programas em sua própria cidade, ou simplesmente descansar. Assim, além de valorizar sua região, você evita gastos excessivos e mantém as finanças em dia.
  • Reavalie a necessidade de algumas compras. Reflita sobre o equilíbrio entre a  felicidade nos momentos em que você passa com a família e os presentes que são trocados nas festas de fim de ano.
  • Consulte a Série Temática – Consumo Consciente do Dinheiro e do Crédito, conjunto de quatro publicações do Instituto Akatu que tratam da educação financeira associada ao consumo consciente.

Se você quiser seguir o Akatu no twitter, clique aqui.

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: