China estrutura plano nacional de consumo sustentável e desenvolvimento verde

Grupo de trabalho que cooperará com elaboração do plano para o País conta com participação de diretor-presidente do Instituto Akatu

Com mais de 1,3 bilhões de consumidores e economia em constante crescimento, a questão do consumo sustentável na China é um assunto de suma importância. Com base nisso, foi criada em setembro do ano passado pelo Conselho Chinês para a Cooperação Internacional em Meio Ambiente e Desenvolvimento (CCICED) um Grupo de Trabalho (GT) para o Consumo Sustentável e o Desenvolvimento Verde no País. O GT é presidido por Michael Kuhndt, líder do Centro Colaborativo em Consumo e Produção Sustentável (CSCP, em inglês) e pelo vice-secretário geral do Conselho, Xu Qinghua.

Levando a China para um ano sustentável em 2025
O último encontro anual do Conselho, em dezembro de 2012, teve a presença de Wen Jiabao, premiê do Conselho de Estado da República Popular da China. Em novembro de 2013, os  dirigentes do GT encontrarão o próximo premiê chinês para entregar um plano de metas de consumo sustentável para 2025, que identificará os principais desafios e oportunidades para avançar em setores como construção civil, moradia, alimentação e mobilidade. O plano deverá servir como base para a criação de políticas públicas na China.

Contribuição brasileira
O Grupo de Trabalho para o Consumo Sustentável e o Desenvolvimento Verde na China é constituído por quatro frentes de trabalho, formadas por experts no assunto de diversos países. Helio Mattar, diretor-presidente do Instituto Akatu, faz parte de uma dessas frentes, que trabalha para contribuir com a elaboração do documento final que será entregue às autoridades chinesas no final do ano.

Siga no twitter.
Curta no facebook.

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: