Idealizadora da Casa do Zezinho fala do desenvolvimento de jovens de baixa renda

Palestra realizada no Masp no dia 6/5 em São Paulo tem entrada grátis

Crédito: Casa do Zezinho

 

O Comitê da Cultura de Paz, coordenado pela Associação Palas Athena em parceria com a Unesco, realiza no dia 6 de maio seu 112º Fórum, que tem como tema “Uma escola onde o prazer de aprender supera barreiras – A experiência da Casa do Zezinho”, ministrado pela professora Dagmar Garroux, que idealizou a instituição.

O evento será realizado em São Paulo, no Grande Auditório do Masp, às 19 horas, com entrada franca. Não é necessário fazer inscrição antecipada.

Em 1994, à frente de um grupo de educadores identificados com as suas ideias, Dagmar fundou a Casa do Zezinho,  espaço que busca dar oportunidades de desenvolvimento para crianças e jovens em situação vulnerável.  Ela é criadora da Pedagogia do Arco Iris, uma pedagogia centrada em ideias de interesse social de pleno desenvolvimento humano para crianças e jovens da baixa renda, objetivando superar os obstáculos impostos pela miséria e pela brutalidade.

A Casa do Zezinho é uma organização social sem fins lucrativos que fica no Parque Santo Antônio, Zona Sul de São Paulo, em uma região marcada pela violência. Atualmente atende de 1.200 crianças e jovens de ambos os sexos, com idade entre 6 e 29 anos, que são envolvidas em atividades de educação, arte, cultura e formação geral e em oficinas de capacitação profissional.

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: