Carregada via USB, bateria pode ser utilizada até 500 vezes

A pilha Lightors promete ser ecologicamente correta e viável financeiramente

Crédito: Divulgação

 

Comentário Akatu: o gerenciamento dos resíduos é um dos grandes problemas ambientais das cidades de grande porte. Iniciativas que reduzem o descarte inapropriado de lixo eletrônico (como mostrado na reportagem abaixo) devem ser implantadas, e o consumidor deve fazer o possível para evitar a geração desnecessária de detritos, lembrando sempre dos três “R”: reduzir, reaproveitar e reciclar.

 

O consumo global anual de baterias está em um escalonamento de 10 bilhões de unidades, segundo dados da Enviromental News Network. Só os Estados Unidos respondem por 3 milhões de unidades. Contudo, apenas 2% desse consumo é direcionado para a reciclagem ou descartado de forma correta – os 9,8 bilhões restantes são jogados em lixos comuns, contaminando o ambiente.

Ao pensar nisso, empreendedores desenvolveram a pilha Lightors, que pode ser carregada via cabo USB de modelo universal e ser utilizada até 500 vezes.

Por economizar diversas compras de novas pilhas e evitar o descarte muitas vezes inapropriado do produto, a Lightors promete ser ecologicamente correta e viável financeiramente.

Os idealizadores da Lightors, que buscam financiamento coletivo no portal Kickstarter, pretendem reduzir o descarte para 20 milhões de unidades. O projeto pleiteava US$ 15 mil até o dia 14 de março, mas até a manhã do dia 23 de fevereiro, já havia arrecadado mais de US$ 50 mil. Através do site , o produto pode ser adquirido a partir de US$ 5 (juntamente com o micro USB). Quer saber mais? Assista ao vídeo Monster Battery Lightors.

Será que as pilhas tamanho AA e AAA estão com os dias contados?

(Reportagem publicada originalmente no site EcoD).

 

Leia mais:

Nos caminhos do lixo não há atalho sem preço

Resíduo bom é o que não é gerado

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: