Capital da Noruega planeja abolir os carros da zona central até 2019

Conselho da cidade anunciou que irá livrar a zona central do tráfego de carros e construir 60 km de faixas para bicicletas

Foto: Oslo, na Noruega – Crédito: Doug Kerr/Creative Commons

 

Comentário Akatu: O uso excessivo de automóveis piora a qualidade de vida da população, especialmente nas grandes cidades. Tal prática é uma das principais responsáveis pela poluição do ar e pelo aquecimento global, além de ser fonte de poluição sonora e de desperdício de tempo em congestionamentos. O uso consciente do automóvel e a priorização de outras alternativas, como o transporte público, a bicicleta ou a caminhada, podem contribuir para uma solução sustentável e de longo prazo.

 

Oslo, a capital da Noruega, anunciou recentemente que irá livrar sua zona central do tráfego de carros e construirá ao menos 60 quilômetros de faixas para bicicletas até 2019.

A informação é do recém-eleito conselho da cidade, que é formado por membros do Partido Trabalhista Norueguês, Partido Verde e Partido da Esquerda Socialista.

“Queremos um centro livre de carros e melhorar a região para pedestres, ciclistas”, explicou à agência de notícias Reuters Lan Marie Nguyen Berg, que pertence ao Partido Verde do país e é uma das líderes dessa proposta.

A medida objetiva reduzir as emissões de gases de efeito estufa (GEE) em 50% até 2020, em relação aos níveis emitidos em 1990

Embora não tenham sido detalhados, os investimentos no transporte público local estão previstos – ônibus e bondes devem continuar funcionando normalmente. Um plano específico para atender ao comércio local e pessoas com deficiências também será desenvolvido.

Redução de CO2

A medida tem a meta de reduzir as emissões de gases de efeito estufa (GEE) em 50% até 2020, em relação aos níveis emitidos em 1990. Até 2019, o novo conselho estima uma redução geral de 20% no tráfego de carros por toda Oslo. Em 2030, esperam atingir 30%.

Uma vez aplicada, Oslo será a primeira capital europeia a adotar uma política permanente de proibição de carros. Em caráter temporário, medida similar virou realidade em Paris no mês passado, quando as ruas de 11 bairros foram fechadas para automóveis. Na ocasião, foi registrada a redução de 20 a 40% nas emissões de gases poluentes.

Estabelecimentos comerciais

Contudo, a ideia de abolir os carros da zona central não foi bem vista pelos donos de estabelecimentos comerciais da capital norueguesa. Segundo informou o The Guardian, 11 dos 57 shoppings centers de Oslo estão localizados justamente nessa região.

Oslo tem uma população de cerca de 620 mil pessoas. Na região central, estima-se que o número de habitantes não ultrapasse a marca dos mil. Todavia, a área é diariamente frequentada por 90 mil pessoas que trabalham em escritórios e estabelecimentos comerciais lá baseados. A cidade conta com 350 mil carros e a maioria deles está registrada nos seus arredores.

Leia mais:

Brasil perde R$ 156,2 bilhões do PIB com a morosidade do trânsito em São Paulo

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: