Campanha do Akatu contra o desperdício inspira debate em sala de aula

Vídeo da campanha é usado em colégio paulistano para discutir a responsabilidade de cada um nós atos de consumo

Alunos do ensino médio do Colégio Santa Cruz, em São Paulo, assistiram em sala de aula ao filme publicitário da campanha do Instituto Akatu contra o desperdício de alimentos. Segundo Marco Cabral, professor de Sociologia e História e autor da iniciativa, a exibição do vídeo é parte de um projeto de implementação de conteúdos de sociologia para os alunos. Esse projeto atende a nova lei federal, aprovada no ano passado, que prevê aulas de sociologia e filosofia no ensino médio. “Decidiu-se então que a abordagem deveria ser temática, e neste primeiro semestre de 2009 o tema escolhido foi consumo”, explica o professor.

“A sociologia do consumo nos ajudará a pensar a modernidade e seus desdobramentos e o papel de cada um de nós neste contexto”, explica Cabral. “O vídeo da campanha do Akatu ajudou na ilustração da questão do desperdício e da responsabilidade inerente aos hábitos de consumo.”

No colégio, o vídeo foi exibido para mais de 250 alunos com idades entre 14 e 15 anos. Segundo o professor, muitos se interessaram pelo tema e manifestaram curiosidade em conhecer melhor o trabalho do Akatu. A receptividade ao vídeo, segundo ele, foi “muito boa. Em todas as salas houve debates sobre a opção de linguagem adotada pelo filme da campanha”.

A linguagem das peças assemelha-se à dos anúncios de ofertas do mercado varejista, ressaltando, no entanto, o desperdício dos produtos que vão para o lixo. Com a chamada “Olha que loucura!”, são exibidas imagens de frutas, hortaliças, carnes e laticínios estragados, ao lado do preço de cada produto. O objetivo é sensibilizar o consumidor para os impactos do desperdício, inclusive em seu bolso.

Ao longo do semestre, o programa do colégio prevê a discussão de outros temas relacionados ao consumo, como a publicidade, o marketing, as condições de trabalho e de produção de bens e serviços. “No final, caberá aos alunos a produção de um vídeo abordando um dessas particularidades do consumo”, adianta o professor Cabral.

Vale lembrar que outras ações isoladas têm evidenciado a sensibilização dos consumidores diante da campanha, usando principalmente a internet como meio de disseminação. Os blogs são o meio mais usado, pois representam mais de 80% dos 90 endereços de internet que divulgam a campanha, entre eles os populares Youtube e Orkut.

Se você quiser seguir o Akatu no Twitter, clique aqui

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: