Campanha apresenta solução para o descarte de pneus velhos

O Brasil descarta, anualmente, cerca de 21 milhões de pneus, segundo a Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos. O número é alto e quando descartados…

O Brasil descarta, anualmente, cerca de 21 milhões de pneus, segundo a Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos. O número é alto e quando descartados inadequadamente, os pneus são prejudiciais à saúde pública e ao meio ambiente. Com o objetivo de conscientizar a população sobre a importância de reciclar pneus, a Porto Seguro e o Instituto Via Viva iniciaram a campanha “A Borracha Apaga a Natureza”, no litoral Sul de São Paulo.

A ideia é coletar os pneus que já não servem nem para recauchutagem. Assim, o que seria lixo pronto para contaminar o meio ambiente passa a ser usado pela indústria do cimento. O material que pode ser doado em dois pontos de coleta, sendo um em São Vicente e outro em Santos. A borracha será triturada e utilizada na composição do concreto DI® (Deformável e Isolante), tecnologia inovadora utilizada para a construção de barreiras rodoviárias, que servem como mecanismo de anteparo para veículos.

Os pneus podem trazer problemas quando descartados inadequadamente como, por exemplo, o acúmulo de água, que contribui para a proliferação do mosquito transmissor da dengue. Em relação aos danos ambientais, ao serem queimados os pneus produzem uma fumaça tóxica e na natureza levam até 600 anos para se decompor.

Devido ao enorme problema que é o descarte de pneus, desde 2002, uma resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) obriga os fabricantes e importadores a darem um destino correto para pneus velhos. Segundo a lei, para cada quatro pneus colocados no mercado, os fabricantes precisam dar um destino correto a cinco carcaças.

Arte

Várias soluções estão sendo apresentadas para acabar com o problema. Em São Paulo, por exemplo, um designer utiliza pneus para criação de suas peças. São cadeiras, vasos, bancos e mesas de centro. Em um ano e meio de trabalho já foram reaproveitados 3200 pneus, segundo o designer e idealizador do Projeto Arte em Pneus, Daniel Beato.

O produto tem boa aceitação no mercado.  “Este é o momento da borracha”, diz, referindo-se aos produtos que já foram o grande foco da reciclagem, como o plástico e o alumínio. “Toda a idéia que surgir para reaproveitar os pneus é importante”, estimula. Para ele, reaproveitar é ainda mais importante do que reciclar.

Fonte: Ambiente Brasil e Carbono Brasil.

Se você quiser seguir o Akatu no Twitter, clique aqui.

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: