C&A Foundation e Ashoka lançam desafio sobre inovações sustentáveis para o setor têxtil

A participação é aberta para indivíduos, organizações e instituições com ou sem fins lucrativos de qualquer país

Crédito: Divulgação

 

O Instituto C&A, que representa a C&A Foundation no Brasil, em parceria com a Ashoka, lança hoje o desafio mundial Tecendo a Mudança: Inovações para uma Indústria Têxtil Sustentável. A iniciativa busca soluções inovadoras e sustentáveis para as cadeias de fornecimento do setor de qualquer parte do planeta, a fim de criar mudanças positivas em toda a indústria da moda.

A participação é aberta a indivíduos, organizações e instituições com ou sem fins lucrativos de qualquer país. Basta se inscrever pelo site Changemakers até 18 de novembro. Um painel de jurados avaliará todos os projetos, e os finalistas serão convidados a apresentar seus trabalhos aos líderes da indústria na Conferência Fabric of Change, em 2016. No evento, serão anunciados oito vencedores em quatro categorias, com prêmios que, no conjunto, totalizam até R$ 400 mil e servirão para investimento nas ideias e projetos visando a expansão.

Os exemplos de atividades que podem ser inscritas incluem, entre outros:

– Avanços em processos sustentáveis no cultivo de algodão e tecidos;
– Oferta de serviços essenciais e recursos para comunidades rurais inseridas na cadeia produtiva têxtil (por exemplo, abrigo, serviços de saúde);
– Soluções de ferramentas de rastreabilidade para a cadeia de fornecimento;
– Ferramentas que facilitem a criação de relacionamentos mais sólidos entre fornecedores e marcas, estabelecendo assim padrões de sustentabilidade compartilhados;
– Melhoria na eficácia das iniciativas e dos sistemas de monitoramento de várias partes interessadas;
– Iniciativas que permitam que os consumidores determinem a origem das roupas e tenham conhecimento de como o seu poder de compra influenciaa cadeia de fornecimento.

As informações completas sobre o desafio podem ser encontradas no site Changemarkers.

 

Leia mais:

Como impactar menos o meio ambiente na hora de adquirir roupas?

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: