Brasil é referência mundial em reciclagem

País é recordista no reaproveitamento de alumínio, mesmo sem obrigação legal; papelão e vidro também apresentam altas taxas de reciclagem

Comentário Akatu: Sem dúvida, os altos índices de reciclagem são uma boa notícia _que pode se tornar ainda melhor se a abrangência da coleta seletiva de lixo aumentar. Mas o processo de reciclagem é uma medida paliativa; o consumidor deve ter em mente que reduzir o consumo supérfluo e reaproveitar ao máximo os produtos são atitudes conscientes de consumo.

O Brasil é hoje uma referência mundial em termos de reciclagem. Atualmente, o país é recordista na transformação de latas de alumínio e apresenta índices elevados de reciclagem de vários tipos de embalagem, principalmente considerando o fato de esse processo não ser obrigatório por lei, como acontece em outros grandes países recicladores.

Entre os setores que mais se destacam em relação à reciclagem estão os segmentos de alumínio, que recicla 95,7% da sua produção; o de papelão ondulado, com 77,3%; as latas de aço em geral, com 40%; e 88% de latas de bebidas no Nordeste; o de vidro, com 44% e o de PET, com 48%.

Conforme levantamento publicado pelo Compromisso Empresarial para a Reciclagem (Cempre), a reciclagem no Brasil acontece de maneira crescente, impulsionada pela atividade de catadores e por meio de iniciativas pontuais da sociedade civil. Quando implementada a coleta seletiva em municípios pelo próprio poder público, de forma articulada e integrada com a sociedade e setor produtivo, ganhas-se escala e eficiência operacional.

Se você quiser seguir o Akatu no twitter, clique aqui

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: