Brasil e Alemanha fecham acordo sobre energias renováveis

O acordo prevê a troca de informações entre os dois países sobre energias eólica, solar, a biomassa, geotérmica e hidrogênio, e ainda quanto à eficiência energética.

Comentário Akatu: é interessante que sejam adotadas políticas públicas que viabilizem o uso de energia alternativa, pois tais medidas têm alcance para disseminá-las.

 

O Brasil fechou acordo com a Alemanha para cooperação na área de energias alternativas durante a Conferência Internacional sobre Energias Renováveis (Renewables 2004), em Bonn, na Alemanha. O memorando de entendimento, assinado pela ministra de Minas e Energia, Dilma Roussef, pelo ministro de Meio Ambiente da Alemanha, Jurgen Trittin, e pelo secretário-executivo do Ministério do Meio Ambiente, Claudio Langone, prevê a troca de informações entre os dois países sobre energias eólica, solar, a biomassa, geotérmica e hidrogênio, e ainda quanto à eficiência energética.

Além disso, serão realizados seminários e encontros anuais sobre essas formas de energia, renováveis e menos poluentes que as tradicionais. Nesse mês se completam 30 anos do acordo nuclear Brasil-Alemanha. “Esse novo acordo abre uma porta importante. O Brasil tem competência no uso da biomassa, com o Pró-Álcool, enquanto a Alemanha desenvolve um trabalho importante com as energias eólica e solar, por exemplo”, disse Ruy de Góes, diretor de Qualidade Ambiental do MMA, que participa da encontro na cidade alemã. A Renewables 2004 segue até sexta-feira.

Se você quiser seguir o Akatu no twitter, clique aqui

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: