Aquecimento global está acabando com os peixes

Pesquisa mostra que derretimento de gelo nos pólos afeta salinidade dos oceanos, prejudicando a alimentação dos peixes

Comentário Akatu: O esgotamento da população de peixes pela pesca predatória é uma realidade observada há um bom tempo. A revelação de que o aquecimento global também contribui para o seu desaparecimento é preocupante. Uma das informações mais terríveis da recente Avaliação Ecossistêmica do Milênio é justamente a degradação observada em várias populações de pescados, o que afeta diretamente a qualidade de vida de muita gente dependente da pesca. O consumidor consciente contribui para minimizar o problema quando não pesca ou compra peixes pescado na época do defeso e quando toma atitudes que não contribuam para o aquecimento global, como não usar carro sem necessidade, não desperdiçar alimentos ou não comprar produtos feitos com madeiras sem certificação ambiental. 

O aquecimento global pode afetar os estoques de peixe, sugere estudo publicado recentemente na revista Nature. Estudos anteriores indicam que a corrente do Atlântico pode enfraquecer à medida que a salinidade do oceano mude, efeito do derretimento do gelo nos pólos.

A mudança provocaria a redução da população do plâncton, organismos que formam a base alimentar nos mares. “A interrupção da circulação meridional atlântica leva ao colapso dos estoques de plâncton para menos da metade da biomassa inicial”, explica o autor da pesquisa, Andreas Schmittner, dos EUA.

Se você quiser seguir o Akatu no Twitter, clique aqui.

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: